Área do Cliente

O volume de módulos fotovoltaicos importados cresceu 93% no primeiro semestre e mais de quatro vezes no primeiro trimestre deste ano em comparação ao mesmo período de 2019. Isso é o que revela o mais recente estudo divulgado pela consultoria brasileira Greener, chamado de “Estudo Estratégico de Geração Distribuída - 1º semestre de 2020”, no qual revela um panorama do mercado fotovoltaico de geração centralizada, mini e microgeração distribuída brasileiro nos primeiros seis meses do ano.

Se considerado o primeiro semestre deste ano, houve um aumento no volume de importações dos módulos solares de 93% com relação ao mesmo período do ano anterior. Isso ocorre mesmo com uma queda no volume das importações pelo segundo trimestre consecutivo, já que, no último trimestre de 2019 a potência total importada foi de 1,727 gigawatts-pico (GWp), enquanto no primeiro trimestre deste ano caiu para 1,614 GWp e seguiu tendência de queda no segundo trimestre, com 877 megawatts-pico (MWp).

O volume de módulos fotovoltaicos importados soma neste primeiro semestre de 2020 a potência de 2,49 GW, enquanto no ano passado completo, esse volume atingiu a marca de 4,13 GW. Ainda de acordo com o estudo da Greener, os módulos nacionais representaram somente 4,4% do mercado no primeiro semestre deste ano, enquanto em 2019 esse número foi de apenas 3%.

Tecnologias de módulos fotovoltaicos

O levantamento da Greener mostra uma forte mudança no perfil tecnológico dos módulos fotovoltaicos importados. Os módulos PERC representam 54% (40% monocristalino PERC e 14% policristalino PERC) do total importado no segundo trimestre deste ano, enquanto no mesmo período de 2019 esse valor foi de 27%. Já os módulos Poli Std estão perdendo cada vez mais espaço nas importações brasileiras, com redução em mais de 50% nas importações. No terceiro trimestre de 2018, módulos Poli Std representavam 90% das importações, enquanto no segundo trimestre de 2020 a tecnologia representa 42% das importações.

Dentre as fabricantes de equipamentos fotovoltaicos, foi registrado grande competitividade no primeiro semestre deste ano. Dentre as 64 marcas apontadas pela consultoria como presentes no mercado brasileiro, as 10 maiores foram responsáveis por 86% do total de módulos fotovoltaicos importados. A Canadian lidera esse ranking, com 468 MWp; seguida pela Trina Solar, com 454 MWp; Jinko em terceiro lugar, com 451 MWp; e a BYD, com 325 MWp. Completam o top 10 de market share as fabricantes: Longi, DAH Solar, JA Solar, Astronergy e ZNShine, respectivamente.

Inversores fotovoltaicos

A importação de inversores registrou queda pelo segundo trimestre consecutivo no País. No quarto trimestre de 2019, o volume importado de inversores fotovoltaicos – somando geração distribuída e geração centralizada – foi de 1,511 GW, enquanto no primeiro semestre deste ano caiu para 1,274 GW e seguiu a tendência de queda no segundo trimestre para 1,190 GW. Todavia, apesar das quedas consecutivas, houve um aumento de 128% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano anterior. Somente nos seis primeiros meses de 2020 o volume importado soma 2,46 GW, frente ao total de 2019 de 3,48 GW.

Neste ano observa-se um aumento na importação de inversores de 10 quilowatts (kW) a 50 kW, enquanto os inversores fotovoltaicos com potência superior a 50 kW registraram queda nas importações. As principais marcas de inversores importados foram a Fronius – líder no segmento de potência até 10 kW –; WEG – líder no segmento de potência entre 10,1 kW e 50 kW –; e Sungrow – líder no segmento de inversores fotovoltaicos de potência acima dos 50,1 kW.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

O que você achou destas novidades? Se você procura as principais marcas e os melhores equipamentos para o seu sistema de geração de energia solar fotovoltaica, entre em contato conosco da SunVolt. Nós somos especialistas em energia solar e oferecemos soluções completas, desde o projeto até o fornecimento de equipamentos, instalação, homologação, monitoramento via internet e manutenção de sistemas fotovoltaicos.

Aproveite todas as vantagens da energia solar: economize nas suas contas de luz, valorize o seu imóvel e contribua para um meio ambiente mais sustentável e sem emissões de gases poluentes. Tenha um sistema fotovoltaico na sua casa, empresa ou propriedade rural e comece a gerar eletricidade solar durante todo o dia para autoconsumo da sua família ou atividade econômica.

Fonte: Greener. Estudo Estratégico Geração Distribuída - 1º Semestre - 2020 Brasil. Disponível em: ‘https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms/files/12882/1596653001Estudo_Estratgico_de_Gerao_Distribuda__-_1_Semestre_2020.pdf’

Fonte da imagem: ‘https://www.pexels.com/photo/top-view-photo-of-solar-panels-2800832/’

Compartilhe: