Área do Cliente

A Vale anunciou grandes investimentos em geração de energia solar fotovoltaica no estado de Minas Gerais, chamado de Projeto Sol do Cerrado. De acordo com informações divulgadas pela própria empresa em seu site, e também pela agência de notícias Reuters, serão investidos aproximadamente 500 milhões de dólares na construção da planta fotovoltaica no município de Jaíba (MG), com início das operações previsto para o quarto trimestre de 2022.

A Vale afirma que a planta fotovoltaica inclui 17 subparques, que somam a capacidade instalada de 766 megawatts-pico (MWp). O empreendimento contempla também a implantação de uma subestação elevadora, linha de transmissão e bay de conexão na Subestação Jaíba de 230 quilovolts (kV) de tensão, sob contrato para vinculação ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

O comunicado da empresa aponta que, em função da localização e escopo do empreendimento de geração de energia solar fotovoltaica, o Projeto Sol do Cerrado é elegível a linhas de financiamento sustentáveis. A companhia também explica que o investimento em geração de eletricidade a partir da luz solar é uma alternativa estratégica que vai auxiliar no alcance das metas sustentáveis e de competitividade da Vale, como também terá ganhos financeiros, com a redução de cerca de US$ 70 milhões – aproximadamente R$ 365 milhões – ao ano em gastos com energia elétrica.

Projeto Solar Sol do Cerrado

O início das operações da planta fotovoltaica Sol do Cerrado está previsto para entre os meses de outubro a dezembro de 2022 e deverá produzir 193 megawatts (MW) médios ao ano de energia elétrica solar para as operações da Vale. Esse montante gerado corresponde por 13% da demanda elétrica estimada da companhia em 2025, logo, trará significativa economia nas tarifas elétricas ao longo dos anos.

Pela usina solar estar localizada na região Sudeste, também otimiza o perfil de geração de energia do portfólio da empresa, que, atualmente, tem na geração hídrica sua maior base. O projeto foi aprovado no Conselho de Administração da Vale, mas segue sujeito à aprovação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Redução das emissões de carbono

Com o compromisso de reduzir em 15% as emissões líquidas relativas à cadeia de fornecedores e clientes até 2035, a empresa busca estar alinhada ao Acordo de Paris, que determina metas de redução da pegada de carbono de empresas e governos, visando a desaceleração do aumento da temperatura global. O Projeto Sol do Cerrado é considerado de suma importância para as metas de médio e longo prazo.

A Vale tem participação em outros empreendimentos renováveis, como usinas eólicas no Ceará e Rio Grande do Norte, além de investimentos em hidrelétricas, com objetivo de autossuficiência energética no Brasil em 2025.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

Grandes empresas têm investido na geração de energia solar fotovoltaica como parte de seus esforços sustentáveis, mas também levando em consideração a economia nas contas de luz gerada por usinas solares.

Mas não somente empresas podem investir na energia solar, é possível ter um sistema fotovoltaico instalado em telhados, fachadas e terrenos de residências e propriedades rurais. Se você quer aproveitar todas as vantagens da energia solar, entre em contato conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico.

Fontes: ‘http://www.vale.com/brasil/PT/aboutvale/news/Paginas/vale-informa-sobre-projeto-solar-sol-do-cerrado.aspx’

‘http://www.vale.com/brasil/PT/aboutvale/news/Paginas/vale-anuncia-meta-de-reduzir-em-15-emissoes-de-clientes-e-fornecedores-ate-2035.aspx’

‘https://www.bol.uol.com.br/noticias/2020/12/02/vale-anuncia-projeto-para-geracao-de-energia-solar-em-mg.htm’

‘https://www.moneytimes.com.br/vale-anuncia-projeto-para-geracao-de-energia-solar-em-minas-gerais/’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/photos/solar-painel-nuvens-tecnologia-4656615/’

Compartilhe: