Área do Cliente

O uso de energia solar fotovoltaica em residências, comércios e indústrias brasileiras cresceu cerca de 70% somente neste ano. É o que aponta uma reportagem publicada pelo jornal O Globo, que revela o aumento no número de sistemas de geração de energia solar fotovoltaica de mini e microgeração, que utilizam painéis solares para captar a luz do sol e transformar essa irradiação em energia elétrica limpa e renovável. A publicação ainda aponta os locais onde produzir a própria energia é mais vantajoso no País.

O crescimento na quantidade de sistemas fotovoltaicos foi impulsionado pela elevação nas tarifas de energia elétrica, que ficaram mais de 90% mais caros nos últimos cinco anos, e pela maior oferta e melhores preços e condições de financiamentos para a compra dos painéis solares. A reportagem diz que o Rio de Janeiro é a região metropolitana do País onde é mais vantajoso gerar energia solar fotovoltaica, devido ao alto potencial de geração somado ao elevado Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e a uma tarifa cara de energia. O retorno do investimento em um sistema fotovoltaico em municípios fluminenses pode ser menor do que três anos – dependendo da distribuidora de energia –, ou seja, a economia nas contas de luz durante esse período é suficiente para pagar os custos do equipamento fotovoltaico.

Outras capitais com retorno rápido do investimento – aproximadamente três anos – são Teresina, Manaus e Belém. Em São Paulo, a estimativa de retorno do investimento no sistema fotovoltaico é de 5,34 anos. A notícia ainda aponta a tendência na queda do tempo de retorno, uma vez que o mesmo levantamento realizado em 2018 mostrava um prazo de aproximadamente seis meses maior para compensar os custos do sistema fotovoltaico. O investimento em um sistema de geração de energia solar fotovoltaica é altamente indicado para quem tem conta de luz média de R$ 500,00, destaca a publicação.

No final de 2018, o Brasil tinha aproximadamente 450 megawatts (MW) de potência fotovoltaica instalada de sistemas de geração distribuída. Atualmente, esse número ultrapassa os 780 MW, conforme levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A previsão da associação é que até o fim deste ano o total chegue a 1 gigawatt (GW) de capacidade fotovoltaica, mais do que o dobro em relação ao ano passado.

Para o jornal, a vice-presidente da Absolar, Bárbara Rubim, afirmou que há mais de 75 mil conexões de geração distribuída de fonte solar no País, entre residências, comércios, indústrias, área rural e até órgãos públicos. Todavia, ela cobra mais incentivos para projetos de geração compartilhada. “Os estados não dão incentivos com isenção de ICMS para projetos de geração compartilhada nem para instalação nos prédios, o que impede um crescimento maior da geração de energia solar em grandes cidades”, disse Rubim.

Ainda sem esse tipo de subsídio fiscal, houve uma ampliação nas linhas de crédito para compra dos equipamentos fotovoltaicos nos últimos anos. Já são cerca de 70 linhas de financiamento para projetos de mini e microgeração distribuída de energia solar fotovoltaica em residências, empresas e propriedades rurais. Instituições bancárias públicas como o Banco do Nordeste (BNB), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco do Brasil (BB) e o Banco da Amazônia (Basa) oferecem crédito para compra do sistema fotovoltaico. Bancos privados como Bradesco, Santander, BV Financeira e Sicoob também têm linhas de crédito para o setor. As taxas de juros variam entre os bancos, ficando entre 0,9% e 1,3% ao mês.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

O que você achou desta novidade? Quer fazer parte dos brasileiros que já economizam nas contas de luz? Invista em um sistema de geração de energia solar fotovoltaica e comece já a gerar a sua própria energia elétrica para autoconsumo da sua família ou da sua empresa. Aproveite todas as vantagens que a energia solar tem a oferecer: alta economia nas tarifas de luz, valorização do seu imóvel, ecologicamente sustentável e muito mais.

Entre em contato conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico. Nós somos especialistas em energia solar e oferecemos soluções completas, desde o projeto até o fornecimento e instalação dos equipamentos, homologação junto à distribuidora de energia, monitoramento via internet e manutenção.

Fontes: ‘https://oglobo.globo.com/economia/uso-de-energia-solar-em-residencias-cresce-70-confira-as-capitais-do-pais-onde-mais-vale-pena-23653654’

‘http://www.absolar.org.br/noticia/noticias-externas/uso-de-energia-solar-em-residencias-cresce-70.html’

‘http://www2.aneel.gov.br/scg/gd/GD_Fonte.asp’

‘https://app.powerbi.com/view?r=eyJrIjoiZjM4NjM0OWYtN2IwZS00YjViLTllMjItN2E5MzBkN2ZlMzVkIiwidCI6IjQwZDZmOWI4LWVjYTctNDZhMi05MmQ0LWVhNGU5YzAxNzBlMSIsImMiOjR9’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/phot’os/energia-solar-sol-celeiro-poder-71705/’

Compartilhe: