Área do Cliente

A energia solar fotovoltaica em Campinas e na RMC (Região Metropolitana de Campinas) segue em forte desenvolvimento, gerando grande demanda de profissional em todos os níveis. A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) vem se tornando uma referência nacional em treinamento e qualificação de profissionais no setor renovável, conforme explica uma publicação no site da instituição. Com um programa pioneiro de cursos de energia solar criado em 2015, a Unicamp já treinou mais de 12 mil pessoas de todas as regiões do País.

De acordo com o professor e criador do curso de energia solar, Marcelo Gradella Villalva, da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC), deve-se prestar atenção no momento de contratação de um profissional para instalação de um sistema fotovoltaico, pois “pessoas com pouco ou nenhum conhecimento técnico estão se aventurando no mercado”. Ele explica que os cursos são oferecidos através da Escola de Extensão da Unicamp (Extecamp), e são organizados em três níveis: "Introdução à Energia Solar Fotovoltaica"; "Projeto e Dimensionamento de Usinas Solares e Sistemas de Geração", que aborda projetos com o uso do software PVSyst (um dos mais tradicionais do setor) e foi o primeiro curso do gênero no País; e "Instalação e Integração de Sistemas Fotovoltaicos".

O professor Villalva é o autor do primeiro livro sobre energia solar do Brasil, chamado de “Energia Solar Fotovoltaica – Conceitos e Aplicações”, publicado em 2012.

Setor fotovoltaico no Brasil

Segundo Marcelo Villalva, as melhores tecnologias do setor fotovoltaicos estão disponíveis no Brasil, e até mesmo com representantes ou fabricação local. “Apesar disso, o setor solar brasileiro ainda carece de mão de obra qualificada, o que reforça a importância do trabalho que desenvolvemos na Unicamp, promovendo ensino de referência e qualificação para um setor que é ainda muito carente de profissionais capacitados”, explica.

Como o mercado solar brasileiro continua em acelerada expansão, criou-se a demanda para geração centralizada – grandes usinas solares –, como também para geração descentralizada – pequenas usinas –, de mini e microgeração, que são instalados em residências, empresas, prédios, terrenos e propriedades rurais. “Geograficamente as regiões mais atraentes para a geração solar são o Nordeste, o Centro-Oeste e o norte de Minas Gerais. Mas há fatores econômicos, principalmente as elevadas tarifas de energia elétrica, que viabilizam o desenvolvimento da geração solar de Norte a Sul no Brasil”, ressalta o professor.

Pesquisas

A universidade de Campinas também realiza pesquisas voltadas à energia solar fotovoltaica. O Laboratório de Energia e Sistemas Fotovoltaicos (LESF) possui uma série de pesquisas sobre componentes e equipamentos fotovoltaicos, e é um dos laboratórios brasileiros credenciados no Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para a realização de testes de inversores e módulos fotovoltaicos.

O LESF possui parcerias com indústrias privadas para o desenvolvimento de rastreadores solares (trackers), por exemplo. A fabricante de veículos elétricos e equipamentos fotovoltaicos BYD Energy – com fábrica também em Campinas – é parceira da Unicamp no desenvolvimento de novos padrões de qualidade para módulos solares comercializados no Brasil.

Premiação

A professora do Instituto de Química da Unicamp, Ana Flávia, recebeu o prêmio Mulheres Brasileiras em Química e Ciências Relacionadas, oferecido pela Sociedade Americana de Químicas (ACS). Segundo publicação do Portal Solar, a premiação foi pela contribuição da docente no desenvolvimento de alternativas capazes de baratear o processo de conversão da irradiação solar em eletricidade limpa e sustentável. A pesquisadora trabalha há 26 anos no projeto.

“Essa pesquisa é extremamente importante atualmente, até pelas questões ambientais pelas quais estamos passando. É imediato que novas tecnologias, novas energias alternativas apareçam em detrimento à queima dos combustíveis fósseis”, afirmou a professora.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

A capacitação do profissional para realizar etapas do desenvolvimento de um projeto de geração de energia solar garante a eficiência e o correto funcionamento do sistema fotovoltaico. Com garantia de eficiência de 25 anos, os painéis solares possuem baixa manutenção, mas o sistema fotovoltaico deve ser dimensionado de forma correta e a sua instalação feita por profissionais qualificados.

Por isso, se você busca por economia nas suas contas de luz, quer valorizar o seu imóvel e ainda contribuir para um meio ambiente mais sustentável, entre em contato conosco da SunVolt e peça um orçamento. Nós somos especialistas em energia solar e oferecemos soluções de ponta a ponta, desde o projeto até o fornecimento de equipamentos, instalação, homologação junto à distribuidora, monitoramento via internet e manutenção.

Fontes: ‘https://www.unicamp.br/unicamp/ju/noticias/2020/10/14/unicamp-e-referencia-em-capacitacao-para-atuar-no-setor-de-energia-solar’

‘https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-solar/pesquisadora-da-unicamp-recebe-premio-por-estudo-na-area-de-energia-solar.html’

Fonte da imagem: ‘https://www.unicamp.br/unicamp/sites/default/files/inline-images/man_solar_20201014_06.jpg’

Compartilhe: