Área do Cliente

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) deverá ter uma usina de geração de energia solar fotovoltaica, conforme relatou o jornal Tribuna do Interior. De acordo com a publicação, o TJ-PR tem interesse em construir uma usina fotovoltaica em Campo Mourão, com objetivo de produzir eletricidade solar para abastecer o consumo de todos os fóruns das comarcas do estado do Paraná. A escolha do local para a instalação dos painéis solares foi dada após lideranças se reunirem em Curitiba para viabilizar o investimento.

Segundo o juiz diretor do Fórum de Campo Mourão, Edson Jacobucci Rueda Junior, já estavam em discussão as tratativas sobre a construção de uma usina de geração de energia solar fotovoltaica em Paranavaí para atender ao Tribunal Regional Eleitora (TER), quando foi comentada a possibilidade de instalar um sistema fotovoltaico em Campo Mourão. A condição seria de a usina ser instalada em um terreno próximo a uma subestação da Companhia Paranaense de Energia (Copel), distribuidora de energia elétrica local.

A reportagem aponta que a prefeitura prevê investimentos da ordem de R$ 50 milhões na instalação da usina fotovoltaica em Campo Mourão. Ouvido pelo jornal, o prefeito Tauillo Tezelli afirmou que “além de gerar ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] para a cidade, é um investimento que, com certeza, vai fortalecer o desenvolvimento de Campo Mourão”. O diretor do Fórum ainda ressaltou que a produção de energia solar fotovoltaica vai garantir retorno do investimento em seis ou sete anos, fazendo com que o Poder Judiciário do Estado não tenha mais custos com energia elétrica. Rueda Junior ainda destacou que a fonte solar fotovoltaica é limpa e renovável, contribuindo para um meio ambiente mais sustentável.

O município de Campo Mourão aparece como uma das cidades com alta incidência de irradiação solar durante todo o ano no Paraná, de acordo com o mapa solar elaborado pela Copel. O estudo permite identificar os locais com alto potencial e viabilidade para instalação de um sistema de geração de energia solar.

Nova linha de crédito para energia solar no Paraná

O Banco do Empreendedor vai disponibilizar uma nova linha de crédito em Foz do Iguaçu, em parceria com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Empresa Brasileira de Inovação e Pesquisa (Finep), destinada para energia solar. Chamada de Fomento Energia, a linha de crédito é destinada à compra de sistemas de mini e microgeração distribuída de energia solar fotovoltaica, eólica ou biomassa, como também à instalação e substituição de lâmpadas e equipamentos por outros de maior eficiência energética.

Os valores dos empréstimos serão de até R$ 500 mil, com prazo máximo de 120 meses, carência de até 1 ano e taxas que variam de 0,92% a 1,29%. A linha Fomento Energia será ofertada para micro, pequenas, médias e grandes empresas da cidade paranaense.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

Gostou destas novidades? A energia solar traz diversos benefícios a quem investe nessa tecnologia: alta economia nas contas de luz, rápido retorno do investimento, valorização do imóvel e ainda contribui para um mundo mais verde. Aproveite você também essas vantagens da energia solar, tenha o seu próprio sistema fotovoltaico na sua casa, empresa ou propriedade rural e produza a sua própria energia elétrica através dos painéis solares. Entre em contato conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento.

Fontes: ‘https://www.tribunadointerior.com.br/noticia/tj-pr-devera-construir-usina-de-energia-solar-em-c-mourao’

‘http://www.tre-pr.jus.br/imprensa/noticias-tre-pr/2019/Fevereiro/tj-pr-mostra-interesse-na-usina-fotovoltaica’

‘http://www.fomento.pr.gov.br/Credito/ENERGIAS-RENOVAVEIS’

‘https://www.ambienteenergia.com.br/index.php/2019/05/fomento-energia-linha-financiamento-energia-solar-energia-eolica-biomassa/36212’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/photos/solar-c%C3%A9lulas-solares-fotovoltaicas-1476224/’

Compartilhe: