Área do Cliente

A recente queda de preço da energia solar fotovoltaica começa a gerar atenção dos governos estaduais para buscar atrair novos investimentos no setor de geração de energia elétrica renovável. A informação foi revelada por uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo, na qual destaca que, segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), atualmente 80,8% da potência instalada de geração solar fotovoltaica no Brasil está concentrada em apenas três estados: Bahia, Piauí e Minas Gerais.

A grande concentração da geração fotovoltaica deve à instalação de grandes usinas solares, que possuem alta capacidade de geração de energia solar através de painéis fotovoltaicos instalados em grandes áreas. Todavia, o percentual de concentração de potência fotovoltaica nesses três estados deverá cair para cerca de 68%, a partir do início das operações de outros empreendimentos fotovoltaicos que já estão em construção. Essas novas usinas foram as vencedoras nos últimos leilões de energia elétrica promovidos pelo governo por meio da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Com alta potência de geração de energia solar devido aos elevados índices de irradiação solar em todo o território nacional, a fonte renovável responde por menos de 1% da potência instalada de todo o País. A reportagem destaca que alguns estados têm buscado se estruturar para atrair grandes projetos de empresas do setor fotovoltaico. Um exemplo é Tocantins, que acaba de lançar o Atlas Solarimétrico, um mapeamento indicando as áreas com maior potencial de geração de energia solar fotovoltaica no estado.

De acordo com o subsecretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Tocantins, Rubens Brito, as visitas de empresários do setor fotovoltaico começaram a se intensificar nos últimos dois anos, porém, o governo ainda não tinha dados para apresentar aos interessados. A elaboração do estudo visa facilitar a atração desses investidores e atingir a meta de 25% da energia consumida no estado seja de fonte solar fotovoltaica até 2030.

Para a ampliação do número de usinas solares de grande escala, a reportagem destaca a necessidade de melhorar a infraestrutura das linhas de transmissão para levar a eletricidade solar produzida aos grandes centros consumidores. Na Paraíba, por exemplo, onde há usinas solares em construção, o problema de transmissão deverá ser resolvido em 2021, quando obras de melhorias nas linhas de transmissão estão programadas para ficar prontas.

Programas de incentivo a geração solar

Alguns estados têm buscado, através de políticas públicas, incentivar a geração de energia solar fotovoltaica, principalmente através de sistemas de geração distribuída nas residências. É o caso do estado de Goiás, que lançou o pioneiro programa de incentivo a energia solar: Goiás Solar. Somente no ano passado, o projeto foi responsável por triplicar a potência instalada de energia solar fotovoltaica no estado, com aumento de 345% da geração em comparação a 2016.

Outros projetos de incentivo a geração distribuída foram lançados em Santa Catarina e o mais recente no Mato Grosso, dessa vez voltados à indústria. São iniciativas que buscam viabilizar o acesso e o financiamento dos sistemas fotovoltaicos para micro, pequenas e grandes empresas dos dois estados.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

Gostou desta novidade e quer aproveitar para ter o seu próprio sistema de geração de energia solar fotovoltaica? Invista em um sistema de mini ou microgeração de energia solar e gere a sua própria eletricidade através de painéis fotovoltaicos instalados no telhado da sua casa, empresa ou propriedade rural. Quem tem um sistema de geração distribuída produz eletricidade para autoconsumo e o excedente elétrico não utilizado imediatamente é injetado no sistema interligado, que se transforma em créditos para abatimento nas contas de luz posteriores.

Entre em contato conosco e peça já um orçamento. Aproveite as vantagens da energia solar fotovoltaica e economize nas suas contas de luz.

Fontes: ‘https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/08/com-queda-de-preco-da-energia-solar-estados-buscam-atrair-investimentos.shtml’

‘http://goiassolar.secima.go.gov.br/?page_id=2’

‘https://www.ambienteenergia.com.br/index.php/2018/08/energia-solar-autofinanciavel-para-industrias-mato-grossenses/34417’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/c%C3%A9lulas-solares-energia-solar-2590968/’

Compartilhe: