Área do Cliente

A região Nordeste do Brasil está produzindo cada vez mais energia solar fotovoltaica. No último dia 16 de janeiro, o Nordeste bateu um novo recorde de geração de energia solar fotovoltaica, conforme dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) divulgados pelo portal Diário do Nordeste. A geração fotovoltaica, somente de projetos de grandes usinas, sem incluir os sistemas fotovoltaicos de consumo próprio, foi equivalente a 10,4% do consumo de eletricidade no momento da quebra do recorde, às 12h39.

Naquele dia, o pico de geração de eletricidade solar foi de 1.232 megawatts (MW). Na média diária, as usinas solares geraram 449 MW, ou o equivalente a 3,9% do consumo médio de energia elétrica da região na data. O recorde anterior de geração de energia solar no Nordeste foi registrado em 12 de novembro de 2019, com 1.210 MW produzidos, e média de 447 MW no dia, de acordo com o ONS.

A geração de energia solar fotovoltaica está crescendo no País – principalmente no Nordeste – em progressão geométrica, aponta a notícia do Diário do Nordeste. A principal causa, segundo a publicação, é a redução dos custos de instalação dos projetos fotovoltaicos motivada pelos avanços tecnológicos do setor. Atualmente, o custo para gerar energia solar está igual, em alguns casos menores, do que gerar energia hidráulica.

Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a região Nordeste tem 54 usinas fotovoltaicas de grande porte já em operação, com potência somada de 1.513 MW, espalhadas por cidades dos estados da Bahia, Ceará, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte. Destas, dez iniciaram a geração de eletricidade solar no ano passado e há ainda outras 23 em construção. Outras 68 já foram outorgadas, mas ainda não iniciaram as obras, segundo a agência reguladora.

Quando prontas, as novas usinas solares vão adicionar mais de 3 gigawatts (GW) fotovoltaicos à matriz elétrica nacional, mais do que triplicando a potência instalada atual da região. Isso significa que novos recordes de geração de energia solar fotovoltaica devem ser esperados para o Nordeste nos próximos anos, possibilitando que mais pessoas utilizem essa fonte renovável e altamente sustentável.

Empregos no Ceará

O crescimento do setor fotovoltaico no Nordeste vai impulsionar também a geração de emprego e renda na região. A expectativa é que em 2020 sejam criados 4,8 mil empregos diretos no Ceará, de acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias de Energia e de Serviços do Setor Elétrico do Estado do Ceará (Sindienergia-CE), Benildo Aguiar, em entrevista ao Diário do Nordeste.

Ainda segundo Aguiar, o setor fotovoltaico já gerou 2,5 mil empregos diretos no estado. "Em 2019, nós superamos as metas. Queremos superar as projeções para este ano também", concluiu.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

O crescimento da energia solar na região Nordeste significa mais eletricidade limpa e sustentável à população. Aproveite você também todo o potencial e vantagens da energia solar. Economize até 98% nas suas contas de luz, valorize o seu imóvel e contribua para um meio ambiente mais verde. Tenha um sistema gerador de energia solar na sua casa, empresa ou propriedade rural por meio de painéis fotovoltaicos instalados no telhado que captam a luz do sol durante o dia e a transforma em eletricidade para você e sua família.

Entre em contato conosco da SunVolt ou acesse nossa loja www.sunvoltshop.com.br para comprar todos os equipamentos fotovoltaicos.

Fontes: ‘https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/opiniao/colunistas/egidio-serpa-1.209/geracao-solar-fotovoltaica-bate-novos-recordes-no-nordeste-1.2201192’

‘https://www.folhape.com.br/economia/economia/energia/2020/01/21/NWS,128375,10,719,ECONOMIA,2373-NORDESTE-BATE-RECORDE-GERACAO-ENERGIA-SOLAR-DIZ-ONS.aspx’

‘https://www.ecodebate.com.br/2020/02/03/usinas-solares-no-nordeste-batem-novos-recordes-de-geracao/’

‘https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/negocios/mercado-de-energia-solar-deve-gerar-4-8-mil-empregos-no-ce-em-2020-1.2205824’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/photos/fotovoltaicas-sistema-solar-4522954/’

Compartilhe: