Área do Cliente

A aprovação de um marco legal da geração distribuída (Projeto de Lei 5.829/2019) vai trazer benefícios a todos os consumidores de energia elétrica e ajudar na redução das contas de luz no País. Isso é o que aponta um a reportagem da rádio rock, republicada no site da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), na qual sinaliza as vantagens da energia solar e como a fonte beneficia também aqueles consumidores que ainda não possuem um sistema fotovoltaico com painéis solares instalados em telhados, fachadas ou terrenos.

Conforme a publicação, o diretor da Proteste, Henrique Lian, é quem revela a informação. De acordo com Lian, a geração própria de energia elétrica ajuda a reduzir o custo nas contas de luz relacionados às perdas elétricas e, principalmente, ao uso de termelétricas fósseis – mais caras e poluentes – em períodos de bandeira vermelha, com níveis baixos nos reservatórios das hidrelétricas.

“A geração própria de energia alivia custos do sistema elétrico brasileiro, que são rateados e pagos por todos os consumidores. Com isso, ela [geração distribuída] beneficia tanto os consumidores que têm, quanto os que não têm geração própria”, explica. “Atualmente, quando compra eletricidade de uma distribuidora, o consumidor brasileiro não tem como saber quais fontes de energia elétrica produziram aquela energia, pois não há esta rastreabilidade. É muito comum que haja termelétricas fósseis nesse mix e o cidadão nem sabe que está pagando essa energia mais cara e poluente. Uma maneira do consumidor ter certeza de que está usando energia limpa e renovável é gerando a sua própria eletricidade”, destaca Lian.

Para o Brasil cumprir as metas climáticas, precisará continuar avançando na expansão das fontes renováveis, na visão da Proteste. Mesmo sendo um dos países com maior matriz renovável no mundo, a fonte hidrelétrica – responsável por grande parte da geração elétrica nacional – enfrenta dificuldades devido à escassez de chuvas, dificuldades na aprovação e construção de novas usinas, fora o alto impacto ambiental gerado pela implantação de uma usina hidrelétrica. “A geração própria de energia é o melhor modelo, já que os próprios consumidores assumem este protagonismo e ainda ajudam a gerar empregos de qualidade, atrair novos investimentos e movimentar a economia”, conclui Lian.

Vantagens da energia solar

De acordo com análises da Absolar, a redução nos custos com uso de termelétricas fósseis garantiria economia de R$ 150 bilhões até 2050, diminuindo o peso da bandeira vermelha na conta de luz do consumidor, além do benefício ambiental, pois a fonte fóssil é altamente poluente. A associação ainda aponta que a aprovação do marco legal da energia solar proporcionaria economia de R$ 23 bilhões sobre perdas elétricas na transmissão, distribuição e geração elétrica de usinas centralizadas de grande porte.

O estímulo à geração distribuída de energia solar fotovoltaica ainda alivia a operação do sistema elétrico no horário diurno, quando a demanda elétrica é maior, diminuindo, assim, a necessidade da construção de novas usinas e linhas de transmissão.

A Absolar estima ainda que a aprovação do marco legal vai impulsionar a economia brasileira, com investimentos estimados em R$ 139 bilhões até 2050, e a criação de mais de 500 mil empregos somente nos próximos três anos.

Financiamento de sistema fotovoltaico a juros baixos no Paraná

Segundo informações divulgadas pelo site PV Magazine, o estado do Paraná passou a ter uma nova opção de financiamento de sistemas fotovoltaicos para produtores rurais a juros muito baixos. O Banco do Agricultor Paranaense começou a operar oficialmente no estado do sul do País e vai conceder subsídios econômicos a produtores rurais, cooperativas, associações e agroindústrias familiares para projetos de fontes renováveis de geração de eletricidade.

Conforme afirmou o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, a proposta do banco é impulsionar os investimentos “por meio da equalização de taxas de juros em diversas atividades agrícolas, além de promover inovação tecnológica, sustentabilidade, geração de empregos e melhoria da competitividade do produtor paranaense”. O banco de fomento permitirá financiamentos de até R$ 500 mil para empreendimentos de geração de energia solar fotovoltaica e de até R$ 1,5 milhão para biomassa.

O financiamento de sistemas de geração distribuída de fonte solar fotovoltaica ou biomassa contempla os custos desde a elaboração do projeto até a aquisição de materiais e equipamentos para geração elétrica renovável. Para tal, o estado do Paraná vai compensar o agricultor, por meio da Fomento Paraná, com reembolso de até 3% do juro contratado junto às instituições financeiras.

O decreto do governo estadual que criou o banco ainda estipula que, de forma excepcional, programas de apoio à irrigação e fomento ao uso de fontes alternativas no âmbito do Banco do Agricultor Paranaense terão equalização integral das taxas de juros em contratações efetivas até o final de 2022.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

São claras as vantagens da energia solar para toda a população brasileira. A fonte é altamente sustentável, gera economia de energia, garante maior segurança energética e ainda contribui para aliviar o sistema elétrico nacional.

Se você pensa em gerar a sua própria eletricidade a partir da luz do sol e ficar livre dos aumentos nas contas de luz, ao mesmo tempo em que ajuda o meio ambiente, invista já em um sistema fotovoltaico para a sua residência, empresa ou propriedade rural.

Entre em contato conosco da SunVolt, peça o seu orçamento e descubra como você também pode ter o seu sistema gerador de energia solar!

Fontes: ‘https://www.absolar.org.br/noticia/marco-legal-da-geracao-propria-de-energia-ajudara-a-reduzir-conta-de-luz-no-brasil/’

‘https://www.pv-magazine-latam.com/brasil-noticias/o-recem-criado-banco-agricola-do-parana-financia-projetos-renovaveis-a-juros-baixissimos/’

‘http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=112027&tit=No-lancamento-Banco-do-Agricultor-Paranaense-formaliza-primeiros-financiamentos’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/photos/energia-solar-pain%C3%A9is-solares-862602/’

Compartilhe: