Área do Cliente

A energia solar fotovoltaica dominou as contratações de novas usinas para geração de energia elétrica no Leilão de Energia Nova A-4, realizado pelo Governo Federal no último dia 4 de abril. A energia solar fotovoltaica respondeu por quase 80% do total de energia negociada no certame e contratou projetos que somam 806,6 megawatts (MW) de capacidade instalada. O preço médio negociado por megawatt-hora (MWh) foi de apenas R$ 117 e R$ 118. Os principais vencedores foram a canadense Canadian Solar, a francesa EDF Energies Nouvelles e a espanhola Elecnor, além das locais SteelCons e Kroma, segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Os valores são os menores já registrados por MWh de energia solar fotovoltaica em leilões de energia no País. O deságio atingiu cerca de 60% ante o teto definido para a fonte fotovoltaica e superou, com folga, os R$ 143,50 do recorde anterior. A contratação de novas usinas de energia solar fotovoltaica superou as expectativas dos consultores, segundo reportagem da Folha de São Paulo. As previsões indicavam que as contratações de usinas fotovoltaicas de grande escala seriam limitadas a algo próximo aos números de 2017, entre 500 MW e 600 MW. Todavia, foi negociado uma maior capacidade fotovoltaica por causa do foco do Leilão A-4 em projetos de geração de energia solar em virtude da não participação da fonte no próximo Leilão A-6.

A Canadian Solar foi a maior vencedora do certame e conseguiu contratos de geração e abastecimento de eletricidade solar de aproximadamente 290 MW. Em alguns dos projetos, a empresa associou-se a outras companhias de energia solar. Somente os empreendimentos solares da Canadian Solar devem demandar R$ 1,7 bilhão para serem construídos. Em segundo lugar, o grupo brasileiro de construção SteelCons viabilizou a contratação de usinas fotovoltaicas de 270 MW de capacidade instalada, com investimentos de até R$ 1,25 bilhão. Em terceiro lugar, o grupo Elecnor conseguiu contratos para empreendimentos solares de 180 MW, que devem demandar investimentos de cerca de R$ 1 bilhão.

A energia eólica também teve destaque e contratou 114, 4 MW em projetos de novas usinas. O deságio da modalidade foi superior a 70%, com a venda da produção futura por R$ 67,7 – ante R$ 97 no último leilão de 2017. Todos os contratos de energia eólica ficaram com a francesa EDF EN e os investimentos devem ultrapassar R$ 630 milhões. O pregão contou também com 61,8 MW em novas usinas térmicas a biomassa e 41,6 MW em pequenas centrais hidrelétricas, com expressivos deságios de 40% e 30%, respectivamente.

Ao todo, o Leilão A-4 conseguiu mobilizar mais de R$ 5 bilhões em investimentos na infraestrutura de geração de energia elétrica no Brasil, com a construção de cerca de 1 GW em novas usinas. As usinas contratadas deverão iniciar suas operações e abastecimento de energia elétrica até janeiro de 2022. Os vencedores assinarão contratos de venda da geração de energia elétrica às distribuidoras locais de energia por um prazo de 20 anos para projetos de energia solar fotovoltaica e energia eólica, enquanto usinas hidrelétricas e biomassa terão prazo de 30 anos de abastecimento.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

A energia solar fotovoltaica vai ampliar ainda mais a sua participação na matriz energética brasileira com as novas usinas fotovoltaicas contratadas no Leilão A-4. Se você também gostou da notícia e já pensou em ter painéis fotovoltaicos gerando eletricidade na sua casa, entre em contato conosco. Nós da SunVolt somos especialistas no desenvolvimento de projetos de geração de energia elétrica através de sistemas fotovoltaicos residenciais. Aproveite a luz do sol para gerar energia elétrica em casa através de sistemas de micro ou minigeração distribuída e economize nas contas de luz da sua casa, empresa ou propriedade rural.

Acompanhe o nosso blog e saiba das principais novidades do setor fotovoltaico e das vantagens da energia solar.

Fontes: ‘https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/04/leilao-de-energia-viabiliza-investimento-de-r-53-bi-em-novas-usinas.shtml’

‘https://extra.globo.com/noticias/economia/canadian-solar-edf-elecnor-viabilizam-projetos-em-leilao-de-energia-no-brasil-22559664.html’

‘http://www.atarde.uol.com.br/economia/noticias/1948341-aneel-avalia-que-leilao-de-energia-nova-a4-foi-um-sucesso’

‘http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2018/04/economia/620267-aneel-avalia-que-leilao-de-energia-nova-a-4-foi-um-sucesso.html’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/fotovoltaicas-c%C3%A9lulas-solares-491702/’

Compartilhe: