Área do Cliente

ISO 50001 é uma norma da International Organization for Standardization que permite as empresas, de qualquer tamanho, otimizar sistematicamente o desempenho energético dos seus processos, promovendo uma gestão mais eficiente da energia.

A implementação da ISO 50001 beneficia a imagem da organização por demonstrar preocupação com sua responsabilidade social e compromisso com a sustentabilidade. A norma também aumenta a eficiência energética da organização, reduz custos operacionais relativos a energia, melhora no uso de fontes energéticas e auxilia na conservação da energia

A estrutura é bastante parecida comparada com outra norma, a ISO 14001, o que significa que as empresas já certificadas terão maior facilidade de se adequar e implementar todos os requisitos da ISO 50001. Esta certificação cria um sistema reconhecido internacionalmente que integra a eficiência energética às práticas de gestão e manufatura de sua organização e também da cadeia de fornecedores, possibilitando os seguintes benefícios:

  • Melhor uso dos ativos consumidores de energia existentes;
  • Comparação, medição, documentação e elaboração de relatórios sobre o aumento na intensidade do uso de energia e dos impactos projetados na redução de emissão dos gases do efeito estufa (GHG);
  • Transparência e comunicação da gestão da fonte de energia;
  • Melhores práticas na gestão de energia e boa conduta na gestão de energia;
  • Avaliar e priorizar a implementação de novas tecnologias de energia eficiente;
  • Um sistema para promover eficiência energética através da cadeia de fornecedores;
  • Melhorias na gestão de energia no contexto de projetos para redução de emissões dos gases do efeito estufa.

Muitas empresas demonstram preocupação em relação aos custos da implementação e a certificação de um Sistema de Gestão de Energia (SGE). Deve-se levar em consideração que os investimentos necessários são proporcionais ao tamanho e complexidade dos sistemas e processos da organização contratante, uma vez que cada uma é singular e não existe uma tabela referencial de preços. Entretanto, deve-se levar em conta uma rápida redução de custos operacionais, estimados numa faixa de 15 a 35%, viabilizando o investimento e demonstrando o caráter visionário das empresas visando tornar-se cada vez mais competitivas no mercado. A média de retorno do investimento é de dois a três anos, na maioria dos casos.

As informações básicas para a contratação de consultores e auditores de certificação do SGE são: indicação do escopo e das fronteiras da organização; indicação dos sistemas e processos da organização; detalhamento das fontes de energia em uso pela organização; total do consumo de energia anual expresso em British Thermal Unit (BTU); e total de colaboradores da organização diretamente envolvidos com a Gestão de Energia.

Fontes:

RBS Magazine- Revista Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, ano II- Edição n˚07- nov/dez

http://www.lrqa.com.br/Certificacao/ISO-50001-Gestao-de-Energia/

Compartilhe: