Área do Cliente

Indústrias de Campinas e região, no interior de São Paulo, estão preocupadas com os riscos de apagões por causa de uma eventual crise hídrica. Uma reportagem do portal G1 aponta que o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp-SP) realizou uma sondagem com algumas empresas associadas e descobriu que a maioria delas está preocupada com problemas de abastecimento de energia elétrica e, por isso, já buscam alternativas como a geração de energia solar fotovoltaica para suprir suas demandas elétricas.

Segundo a publicação, a pesquisa da Ciesp-Sp informa que 88% dos entrevistados do setor industrial campineiro se mostraram preocupados com uma nova crise hídrica, fora que 57% das empresas afirmam ter registrado aumento nos custos com energia elétrica e água. Conforme explicou o vice-diretor do Ciesp Campinas, José Henrique Toledo Corrêa, caso seja estabelecida uma nova crise hídrica, com riscos de desabastecimento elétrico e de água, as indústrias vão buscar alternativas. Corrêa aponta ainda que o uso da energia solar fotovoltaica já está em pauta pelas indústrias, sendo que muitas empresas já recorreram à geração fotovoltaica para garantir o abastecimento, como também para aproveitar a alta economia nas contas de luz.

Reservatórios na região de Campinas

Ainda conforme informa a notícia do portal G1, o Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri), da Unicamp, prevê o inverno mais seco na região de Campinas dos últimos anos, enquanto o outono já foi o segundo menos chuvoso desde 1989. Os reservatórios da região já estão com baixos níveis e sob alerta, e, ao menos, 57 municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ) podem sofrer com a crise hídrica em 2021.

Alternativa à crise hídrica

A geração de energia solar fotovoltaica é uma excelente alternativa neste momento de baixa nos reservatórios das hidrelétricas. Além do investimento em grandes usinas solares, com milhares de painéis fotovoltaicos captando a irradiação solar e a transformando em eletricidade limpa e renovável, a fonte também permite que qualquer consumidor tenha a sua própria usina e gere energia solar para autoconsumo familiar ou para atividade profissional.

A partir da modalidade de geração distribuída – mini e microgeração – o consumidor pode instalar um sistema fotovoltaico no telhado, terreno ou fachada de sua residência, empresa ou propriedade rural e aproveitar todas as vantagens da energia solar. Um sistema fotovoltaico bem dimensionado pode gerar economia de até 98% nas tarifas elétricas, além de possuir um retorno do investimento (payback) entre cinco a sete anos. E como os painéis solares possuem garantia de eficiência de pelo menos 25 anos, o investimento em um sistema fotovoltaico resulta em muitos anos de economia nas contas de luz.

Outra vantagem da mini e microgeração distribuída é a possibilidade de gerar a energia solar em um imóvel e utilizar os créditos para abatimento nas contas de luz de outro. Basta que a produção elétrica excedente, aquela que não é consumida imediatamente, seja injetada na rede elétrica e transformada em créditos junto à concessionária/distribuidora de energia. As outras unidades que recebem créditos precisam estar sob a mesma área de cobertura da concessionária, bem como na mesma titularidade.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

Gostou da novidade? A fonte solar é uma ótima alternativa à crise hídrica e permite ao consumidor brasileiro maior autonomia e menor gasto com energia elétrica. Se você quer economizar nas suas contas de luz, ficar livre dos aumentos nas tarifas, valorizar o seu imóvel e ainda contribuir para um meio ambiente mais verde e sustentável, invista já em um sistema fotovoltaico para a sua residência, empresa ou propriedade rural.

Entre em contato conosco da SunVolt e descubra como você também pode aproveitar todas essas vantagens.

Fonte: ‘https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2021/06/22/sob-risco-de-nova-crise-hidrica-industrias-da-regiao-de-campinas-buscam-alternativas-para-evitar-impactos-na-producao.ghtml’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/photos/sistema-fotovoltaico-solar-2742306/’

Compartilhe: