Área do Cliente

O Grupo Lego acaba de se tornar 100% abastecido por energia renovável. A fabricante dinamarquesa de brinquedos anunciou em comunicado à imprensa que atingiu as ambiciosas metas sustentáveis três anos antes do previsto, graças aos esforços concentrados na geração de energia solar fotovoltaica e eólica em suas instalações em todo o mundo. Desde 2012 a empresa investe na compra, instalação e operação de mais de 160 megawatts (MW) de energia renovável.

A meta foi atingida após a aquisição de 25% na participação de um parque eólico de 258 MW a sete quilômetros da costa de Liverpool, no Reino Unido, inaugurado no início de maio, que será responsável pela geração de energia limpa para cerca de 230 mil famílias britânicas. O Grupo Lego também possui 31,5% na participação do parque eólico Borkum Riffgrund, na Alemanha, com potência instalada de 312 MW, que fornece energia limpa para 320 mil lares alemães.

A companhia dinamarquesa também encomendou 20 mil painéis solares fotovoltaicos para instalação de um sistema de geração de energia solar no telhado de sua fábrica em Jiaxing, na China. As placas solares deverão produzir aproximadamente seis gigawatts (GW) de energia ao ano. Esse total equivale ao consumo médio de eletricidade de mais de 6 mil famílias chinesas, e deverá suprir parte da demanda energética da produção local da Lego.

O total de investimentos chegou a mais de US$ 900 milhões em renováveis desde 2012. De acordo com o CEO do Grupo Lego, Bali Padda, a companhia pretende continuar a investir em energia renovável e manter o compromisso com um futuro mais sustentável para seus consumidores e deixar um impacto positivo no planeta.

Agora, os investimentos do Grupo Lego em energias renováveis excedem o consumo de todas as fábricas, escritórios e lojas em todo o mundo. Somente no ano passado, mais de 360 gigawatt-hora (GWh) de energia foram utilizados para a produção de mais de 75 bilhões de peças Lego vendidas em todo o mundo durante o ano. Aliado ao uso de energia limpa, a empresa também aposta da eficiência energética, como no uso de lâmpadas LED, e já reduziu em 16% a quantidade de eletricidade utilizada na fabricação dos brinquedos da marca nos últimos três anos.

O objetivo de ser totalmente abastecido por energia renovável foi traçado em parceria do Grupo Lego com o programa WWF Climate Savers. A instituição trabalha junto a parceiros para defender e incentivar os investimentos em energia limpa, além de aderir ao RE100, uma iniciativa global de empresas comprometidas com a utilização de energia 100% renovável em suas atividades.

Inspirar as crianças

Em celebração ao feito, a empresa construiu a maior turbina eólica do mundo feita de pecinhas de Lego, recebendo, inclusive, o título de recorde mundial do Guinness World Records. A turbina tem 7,5 metros de altura e foram necessárias quase 150 mil peças para ser construída. Em uma ação para inspirar as crianças a se envolverem nas questões ambientais, a empresa convidou centenas de crianças da região de Liverpool e mais de um milhão de meninos e meninas por meio da plataforma social Lego Life a participar de um desafio para construir uma “máquina de energia renovável”, assim como a turbina eólica, capaz de prover energia para a vida delas.

Fontes: ‘https://www.lego.com/en-gb/aboutus/news-room/2017/may/100-percent-renewable-milestone’

‘https://www.pv-magazine.com/2017/05/22/it-all-stacks-up-lego-goes-100-renewable/’

‘http://www.zmescience.com/science/news-science/lego-environmental-renewable-energy-21052017/’

‘http://www.windpowerengineering.com/featured/business-news-projects/lego-group-hits-100-renewable-energy-target-ahead-schedule/’

‘http://www.care2.com/causes/lego-achieves-100-percent-renewable-energy-target.html’

‘https://weather.com/science/environment/news/lego-group-renewable-energy-largest-ever-wind-turbine-burbo-bank-extension’

Fonte da imagem: ‘http://envirostructure.ignite.lexblog.com/wp-content/uploads/sites/386/2014/09/Solar-panel-windmill.jpg’

Compartilhe: