Área do Cliente

A energia solar fotovoltaica vai participar do próximo Leilão de Energia A-4, programado para a contratação de novas usinas geradoras de energia elétrica em 27 de junho deste ano. A informação foi confirmada pelo Ministério de Minas e Energia do Brasil (MME), que publicou as diretrizes do leilão no Diário Oficial da União (DOU). Havia a dúvida quanto à participação da energia solar no primeiro Leilão de Energia realizado pelo novo governo devido à exclusão da fonte em certames anteriores.

A pasta afirmou que o Leilão A-4 deste ano incluirá as fontes renováveis como a energia solar fotovoltaica, eólica, biomassa e de hidrelétricas. Já a fonte térmica, que já apresentou participação mínima no certame do mesmo tipo realizado no ano passado, foi excluída da licitação. Todavia, as diretrizes do Ministério estarão em consulta pública por um período de 10 dias, em que as partes interessadas poderão enviar sugestões ou propostas para melhorar o documento.

A energia solar fotovoltaica, em sua última participação em Leilão do tipo A-4, teve a maior parcela de projetos atribuídos, com cerca de 800 megawatts (MW) de capacidade instalada contratada. Os empreendimentos de geração de energia elétrica selecionados na licitação de junho terão que começar a entregar a energia contratada para abastecimento do sistema elétrico brasileiro em janeiro de 2023.

Leilão de energia

O Leilão A-4 de junho faz parte de um plano de contratação de energia nova para o triênio 2019/2020/2021, apresentado pelo MME. A programação de contratação prevê, ao todo, seis licitações de energia nova, que podem incluir a fonte solar fotovoltaica como uma das usinas participantes, divididas em dois certames ao ano: um Leilão A-4, com prazo de entrega das usinas contratadas após quatro anos do concurso; e um Leilão A-6, com prazo de entrega de seis anos.

Os três Leilões A-4 estão programados para 27 de junho deste ano, 23 de abril de 2020 e 29 de abril de 2021, respectivamente. Já os Leilões A-6 têm datas agendadas para 26 de setembro deste ano, 24 de setembro de 2020 e 30 de setembro de 2021. Agora que a energia solar fotovoltaica foi confirmada nesse primeiro certame do ano, resta saber se a fonte será admitida também para os Leilões A-6.

SolarInvest

A cidade de Teresina, capital do Piauí, vai receber o 10o SolarInvest, evento que reúne investidores e executivos em busca do aprimoramento da regulamentação para o desenvolvimento da geração de energia elétrica por fonte solar no País. Segundo o site do evento, serão debatidos temas como o potencial econômico na cadeia de produtos e serviços, a vocação e função da energia solar centralizada na matriz energética e o aprimoramento da regulação e modelo de tributação para a microgeração fotovoltaica.

O evento está programado para os dias 26 e 27 de março, e conta com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). As inscrições são gratuitas.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

O que você achou destas novidades? Aproveite todo o potencial e vantagens da energia solar, e invista em um sistema fotovoltaico para a sua residência, empresa ou propriedade rural. Tenha painéis fotovoltaicos gerando energia através da captação da luz do sol durante todo o dia para o autoconsumo da sua família. Tenha alta economia nas contas de luz, valorize o seu imóvel e ainda ajude na diminuição das emissões de gases poluentes. Entre em contato conosco e peça um orçamento de sistema fotovoltaico.

Fontes: ‘http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=11/03/2019&jornal=515&pagina=38’

‘https://www.pv-magazine-latam.com/brasil-noticias/o-mem-confirma-que-a-solar-participara-do-leilao-a-4-de-junho/’

‘https://extra.globo.com/noticias/economia/governo-propoe-leilao-de-energia-4-com-hidreletricas-biomassa-solar-eolica-23512673.html’

‘http://viex-americas.com/2019/eventos/solarinvest/’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/photos/solarpark-wind-park-renewable-energy-1288842/’

Compartilhe: