Área do Cliente

A geração distribuída de energia elétrica vai bater recorde em 2018 no Brasil e atingir faturamento de cerca de R$ 2,27 bilhões. A informação foi revelada pelo mais recente estudo da consultoria brasileira Greener, chamado de Estudo Estratégico: Mercado Fotovoltaico de Geração Distribuída 2o Semestre 2018, no qual busca avaliar o desenvolvimento do mercado de geração de energia solar fotovoltaica através de sistemas de mini e microgeração distribuída. O relatório destaca que os preços dos sistemas fotovoltaicos continuam na mesma tendência de queda registrada nos últimos dois anos no País.

O estudo mostra que, até o final de junho deste ano, o número de unidades de geração distribuída conectadas à rede soma 32.366 sistemas fotovoltaicos, com 308,5 megawatts (MW) de potência instalada, de acordo com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A capacidade instalada adicionada nos seis primeiros meses de 2018 registrou 126,5 MW, número superior ao total instalado durante os 12 meses de 2017, que foi de 120,3 MW. Logo, os resultados deste ano ainda devem ser muito superiores aos dos últimos anos para a geração distribuída de energia solar fotovoltaica e resultar em recorde para o setor.

Na questão dos valores dos sistemas de geração distribuída, o preço médio de um sistema de geração de energia solar fotovoltaica de 4 quilowatts (kW) caiu 12,5%, de R$ 6,58/watt em junho de 2017 para R$ 5,76/watt em junho deste ano. O relatório revelou ainda que R$ 2,11 representa o custo da integração do sistema, enquanto o custo médio do próprio sistema representa os R$ 3,65 restantes. Para sistemas fotovoltaicos comerciais de 50 kW, o preço médio registrou queda de cerca de 8%, de R$ 4,83/watt para R$ 4,41/watt, em que R$ 1,52 representa o custo de integração, enquanto R$ 2,89 é o custo do sistema.

O prazo médio para conexão do sistema de geração distribuída com a concessionária – entre a solicitação de acesso e conexão à rede – é de 49 dias para sistemas de microgeração, de até 75 quilowatts-pico (kWp), e de 63 dias para sistemas de minigeração, de 75 kW a 5 MW. Em comparação com o ano passado, houve redução de apenas um dia no tempo de conexão junto à concessionária de energia para sistemas de mini e microgeração. Segundo a Greener, a capacidade instalada de energia solar fotovoltaica em instalações comerciais é de 43,8%, enquanto o setor residencial representa 40% da geração.

Energia solar pelo Brasil

Outro fator importante revelado pelo estudo da Greener é que o número de municípios com ao menos 1 sistema de geração de energia solar fotovoltaica dobrou nos últimos dois anos. Em 2016 apenas 20,97% dos municípios brasileiros tinham sistemas fotovoltaicos conectados à rede de transmissão. Em 2017 esse número atingiu 34,97% dos municípios, e até metade deste ano 45,17% das cidades brasileiras já tinham sistemas de mini ou microgeração distribuída de fonte solar fotovoltaica. Ao todo são 2.525 municípios com pelo menos um sistema fotovoltaico conectado à rede em 2018, um aumento de 577 municípios dentro de apenas um ano.

Minas Gerais continua com a maior participação fotovoltaica em capacidade instalada, com 69,5 MW. Em segundo lugar está o Rio Grande do Sul, com 45,2 MW, seguido por São Paulo em terceiro lugar no ranking, com 39,7 MW. O estudo da Greener é baseado em dados coletados de 768 empresas integradoras de todo o País, no período entre 18 de junho de 2017 a 11 de julho deste ano.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

O que você achou destas novidades do setor fotovoltaico? Invista você também em um sistema de mini ou microgeração de energia solar fotovoltaica para a sua casa, empresa ou propriedade rural e economize nas contas de luz. Tenha o seu próprio sistema de geração distribuída, produza eletricidade solar limpa e renovável através de painéis fotovoltaicos e aproveite as vantagens da energia solar fotovoltaica. Entre em contato conosco e peça já um orçamento.

Nós da SunVolt somos especialistas em desenvolver projetos de geração de energia elétrica através de sistemas fotovoltaicos, com soluções desde o projeto, fornecimento de equipamentos, instalação do sistema fotovoltaico, homologação, monitoramento via internet e manutenção.

Fontes: ‘https://www.greener.com.br/pesquisas-de-mercado/estudo-estrategico-mercado-fotovoltaico-de-geracao-distribuida-2o-semestre-2018/#dflip-df_15383/9/’

‘https://www.greener.com.br/pesquisas-de-mercado/’

‘https://www.pv-magazine-latam.com/brasil-noticias/2018-sera-um-ano-recorde-para-a-gd-de-fonte-solar-no-brasil/’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/disposi%C3%A7%C3%A3o-do-painel-solar-telhado-1794503/’

Compartilhe: