Área do Cliente

A geração de energia solar fotovoltaica produzida por grandes usinas cresceu 86,6% no primeiro semestre de 2019 no Brasil, segundo dados consolidados do boletim InfoMercado Mensal da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), divulgado no último dia 26 de agosto. De acordo com o documento, a produção de eletricidade solar foi de 485 megawatts (MW) médios nos primeiros seis meses do ano. Para comparação, no mesmo período do ano passado foram adicionados 260 MW médios ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

A CCEE destaca o crescimento acelerado na geração de energia solar em alguns estados. A Bahia registrou crescimento de 88%, saindo de 92 MW médios no primeiro semestre de 2018 para uma produção atual de aproximadamente 173 MW, destacando-se como o estado brasileiro com a maior geração de energia solar fotovoltaica centralizada. Na região Sudeste, Minas Gerais cresceu 94,9%; São Paulo, 131%; e os estados do Ceará, Paraíba e Tocantins começaram a gerar energia elétrica através da captação da irradiação solar neste ano.

A CCEE contabilizou 86 usinas solares em operação comercial neste ano, um acréscimo de 56,4% ante às 55 usinas fotovoltaicas registradas no primeiro semestre de 2018. Quanto à potência instalada, o Ceará saltou de apenas 1 MW no ano passado para 214 MW em 2019; a Paraíba de apenas 27 MW para 214 MW; e Tocantins saiu do zero a 5 MW fotovoltaicos de capacidade. A Bahia também ampliou sua capacidade instalada, saltando de 444 MW para 652 MW, um crescimento de 46,9%.

O estudo destaca também o aumento na capacidade instalada de energia solar fotovoltaica em Pernambuco, com ampliação de 290%; Minas Gerais, com 62,2%; e São Paulo, com 45,7%.

Primeira Rodovia “Carbono Zero” do Brasil

O Governo do Estado de São Paulo lançou a maior concessão rodoviária do País e dentre os projetos está um edital de concorrência para a primeira Rodovia Carbono Zero do Brasil, que deverá ser construída entre Piracicaba e Panorama – municípios do interior de São Paulo –, com extensão de 1.273 quilômetros. De acordo com informações disponíveis no site do governo estadual, a concessão prevê a compensação das emissões de gás carbônico (CO2) – altamente poluente e agravante do efeito estufa – decorrentes dos serviços de operação.

A ideia é compensar a pegada de carbono por meio da geração de energia limpa na rodovia ou pela aquisição de créditos de carbono. Para ser mais sustentável, as operações das concessionárias devem utilizar veículos e equipamentos movidos a energia renovável, como energia solar fotovoltaica; as praças de pedágios e iluminação devem ser abastecidas por painéis solares, dentre outras práticas.

O edital de concorrência internacional do Lote Piracicaba-Panorama prevê investimentos de R$ 14 bilhões em obras ao longo de 30 anos de concessão. A extensão da rodovia será ampliada entre a cidade de Piracicaba, na região de Campinas, e o município de Panorama, no extremo Oeste do Estado, às margens do Rio Paraná, na divisa com Mato Grosso do Sul. O objetivo é praticar tarifas de pedágios até 23% mais baratas, além de oferecer desconto de 5% aos usuários do pagamento automático.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

O que você achou destas novidades? A energia solar fotovoltaica cresce em todos os estados brasileiros e é uma grande aliada no combate às emissões de gases poluentes. Você também pode ter o seu próprio sistema de geração de energia solar na sua casa, empresa ou propriedade rural a partir da instalação de painéis fotovoltaicos no telhado da sua propriedade. Aproveite todas as vantagens da energia solar, economize nas suas contas de luz, valorize o seu imóvel e contribua para um meio ambiente mais sustentável.

Entre em contato conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico. Nosso escritório central está localizado em Campinas, mas temos representantes regionais em São Paulo, Araras, Barretos e São Sebastião no estado de São Paulo; Volta Redonda e Rio de Janeiro no estado do Rio; Belo Horizonte e Ubá, em Minas Gerais; Primavera do Leste, em Mato Grosso; Cascavel, no Paraná; e Palmas, Tocantins.

Fontes: ‘https://www.ccee.org.br/portal/faces/pages_publico/noticias-opiniao/noticias/noticialeitura?contentid=CCEE_650025&_afrLoop=306440701673625&_adf.ctrl-state=9ds1kmop9_1#!%40%40%3Fcontentid%3DCCEE_650025%26_afrLoop%3D306440701673625%26_adf.ctrl-state%3D9ds1kmop9_5’

‘https://www.canalenergia.com.br/noticias/53109775/geracao-solar-cresce-866-durante-o-primeiro-semestre-afirma-ccee’

‘http://www.casacivil.sp.gov.br/noticias/DetalheNoticia.aspx?id=231’

‘https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-solar/governo-de-sp-abre-edital-para-primeira-rodovia-carbono-zero-do-brasil.html’

Fonte da imagem: ‘https://s3.us-east-2.amazonaws.com/legacy.portalsolar.com.br/Content/EditorImages/images/Entram%20em%20opera%C3%A7%C3%A3o%20no%20Brasil%20os%202%20maiores%20parques%20de%20energia%20solar%20da%20Am%C3%A9rica%20do%20Sul.jpg’

Compartilhe: