Área do Cliente

A estatal de geração e transmissão de energia elétrica Furnas vai investir em energia solar fotovoltaica com a construção do primeiro parque solar da empresa. É o que revela uma reportagem do jornal Estadão, que aponta a construção, segundo o superintendente de empreendimentos de geração de Furnas, Rodrigo Calixto, de uma usina para consumo próprio – geração distribuída de fonte solar fotovoltaica –, e os estudos para geração centralizada – grandes usinas fotovoltaicas – a partir do ano que vem, seja por meio de leilões ou pela venda direta no mercado livre de energia.

O planejamento da empresa é que, em meados de 2020, Furnas participe dos certames do governo para vender projetos de três empreendimentos de geração de energia solar fotovoltaica, totalizando 200 megawatts (MW) de capacidade instalada. De acordo com Calixto, outra possibilidade será a venda dessa eletricidade solar no ambiente livre. Furnas é conhecida como “caixa d’água” do sistema elétrico brasileiro por causa da grande quantidade de hidrelétricas, e a empresa já conta com 43 parques eólicos espalhados pelo País.

Uma das usinas solares – a maior das três – terá capacidade de geração de 130 MW e, se tiver sucesso no futuro leilão, deverá ser instalada na usina hidrelétrica de Luiz Carlos Barreto, divisa dos estados de São Paulo e Minas Gerais. A segunda usina, de 40 MW, será construída na usina hidrelétrica de Corumbá, em Goiás, enquanto a terceira usina fotovoltaica, de 30 MW, será instalada na usina de Batalha, na divisa de Minas Gerais e Goiás.

Geração distribuída

“A geração distribuída foi a melhor forma que a gente encontrou para reduzir nossa conta de luz e já estamos olhando mais duas para atender nossas contas da Enel [interior do Rio de Janeiro]. É também uma forma de conhecer melhor o setor para os futuros projetos”, explicou Calixto sobre o planejamento de Furnas ao jornal.

O primeiro projeto de geração distribuída de Furnas prevê a construção de três miniusinas de geração de energia solar fotovoltaica de 1 MW cada. O investimento previsto é da ordem de R$ 11,1 milhões. Esse primeiro projeto de minigeração terá suas instalações em locais próximos à usina hidrelétrica Anta, no Rio Paraíba do Sul, divisa entre o Rio de Janeiro e Minas Gerais. Já um segundo projeto será uma microusina fotovoltaica de meio megawatt de capacidade a ser instalada no município de Campos, no interior do Rio de Janeiro.

O projeto pioneiro de Furnas visa reduzir em 40% as contas de luz dos escritórios da geradora e distribuidora de energia elétrica localizados na zona sul do Rio.

Bandeira amarela em julho

A conta de luz está mais cara desde o dia 1º de julho por causa da bandeira tarifária amarela. Com a medida, as contas de luz terão acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos, segundo informações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A bandeira amarela volta a vigorar depois da Aneel ter definido bandeira verde para o mês de junho. Em comunicado, a agência justificou a bandeira amarela afirmando que julho é um mês “típico da seca nas principais bacias hidrográficas do País”.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

A energia solar fotovoltaica garante alta economia nas contas de luz, principalmente em períodos de aumento das tarifas e das bandeiras amarela e vermelha. Comece a gerar a sua própria energia elétrica a partir da luz do sol na sua casa, empresa ou propriedade rural e garanta economia de até 95% nas contas de luz. Invista em um sistema fotovoltaico e tenha painéis solares instalados no telhado da sua residência, gerando eletricidade solar durante todo o dia para autoconsumo da sua família ou atividade profissional.

Descubra todas as vantagens da energia solar fotovoltaica, entre em contato conosco e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico.

Fontes: ‘https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,furnas-contrata-energia-solar-distribuida-para-economizar-40-na-conta-de-luz,70002899311’

‘https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2019/07/02/internas_economia,767283/furnas-construira-as-proprias-usinas-solares-para-sustento-eletrico.shtml’

‘https://www.terra.com.br/economia/furnas-contrata-energia-solar-distribuida-para-economizar-40-na-conta-de-luz,2b6d3924869cf90c379d35a84edaaba392j8l70g.html’

‘https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2019/07/02/internas_economia,1066285/furnas-nao-quer-pagar-conta-de-luz-recurso-vai-para-usinas-solares.shtml’

‘http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2019-07/bandeira-amarela-luz-mais-cara-para-partir-desta-segunda-feira’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/photos/solar-pain%C3%A9is-solares-fazenda-solar-2796471/’

Compartilhe: