Área do Cliente

A fonte solar fotovoltaica confirmou presença no próximo leilão de energia realizado pelo governo federal e já superou outra fonte renovável, a eólica, na oferta de potência para o certame. O Leilão de Energia A-4 será realizado em 23 de junho deste ano e será exclusivo para fontes renováveis. Ao todo, 1.581 projetos de empreendimentos de geração de energia elétrica foram cadastrados pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), com 51,2 gigawatts (GW) de capacidade instalada, segundo informações da IstoÉ.

A energia solar fotovoltaica já tem 751 projetos cadastrados no leilão, com potência instalada total de 26,2 GW, superando a fonte eólica, que tem o mesmo número de projetos cadastrados (751), mas com capacidade instalada menor, de 23,1 GW. Em terceiro lugar estão os projetos de termelétricas a biomassa, com 19 empreendimentos cadastrados e 1 GW de potência total. Ainda foram cadastrados pela EPE mais 44 projetos de Pequenas Centrais Hidrelétrica (PCHs), com mais de 600 megawatts (MW) somadas; quatro hidrelétricas, com 164 MW de potência; e 12 Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGH), com 32 MW.

O estado da Bahia continua com o maior número de projetos cadastrados para o próximo leilão A-4, tanto de fonte solar fotovoltaica como eólica, com 193 e 260 projetos, respectivamente. Em seguida vem o Rio Grande do Norte, com 124 projetos de geração de energia solar fotovoltaica de grande escala e 181 de geração de energia eólica. Em terceiro lugar está o estado do Piauí, com 178 empreendimentos fotovoltaicos e 80 parques eólicos. Os projetos cadastrados serão avaliados para definir se, efetivamente, poderão participar do certame. Essa avaliação prévia leva em conta, entre outros critérios, a licença ambiental e as linhas de transmissão de energia possíveis para conexão dos empreendimentos e difusão da energia elétrica renovável gerada pelos futuros empreendimentos.

Leilão de Energia Nova A-4

O leilão A-4 vai contratar nova capacidade energética para atender à demanda por eletricidade das distribuidoras, que atendem os consumidores finais. Os vencedores do certame assinarão contratos para a venda da produção futura de energia elétrica de suas usinas por 30 anos – para empreendimentos hídricos – e 20 anos para as demais fontes. O início do fornecimento da produção de energia elétrica renovável desse leilão está programado para 2023.

O último leilão A-4, realizado em abril do ano passado, foi o responsável pela contratação de aproximadamente 1 GW, com investimentos programados de cerca de 5,3 bilhões no setor elétrico brasileiro. Nesse certame, a fonte solar fotovoltaica representou ampla maioria das contratações, com mais de 800 MW de capacidade instalada contratada.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

A energia solar fotovoltaica deve repetir em junho o ótimo desempenho obtido no leilão do ano passado. As novas usinas fotovoltaicas contratadas vão ajudar a ampliar a participação solar na matriz elétrica brasileira, além de contribuir para o crescimento do setor no País. Se você está interessado em gerar a sua própria energia elétrica e economizar nas contas de luz, invista em um sistema fotovoltaico para a sua casa, empresa ou propriedade rural. Aproveite todas as vantagens da energia solar ao ter painéis fotovoltaicos instalados no telhado da sua propriedade, que captam a irradiação solar e a transforma em eletricidade solar limpa e renovável.

Entre em contato conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico.

Fontes: ‘https://www.istoedinheiro.com.br/energia-solar-supera-eolica-no-cadastro-para-leilao-a-4/’

‘https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/energia-solar-supera-eolica-no-cadastro-para-leilao-a-4/’

‘https://extra.globo.com/noticias/economia/leilao-de-energia-4-atrai-51204-mw-em-projetos-de-geracao-diz-epe-23577289.html’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/photos/c%C3%A9lulas-solares-corrente-491703/’

Compartilhe: