Área do Cliente

A fonte solar fotovoltaica vai auxiliar na implantação de poços artesianos no interior do Amazonas. O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), vai investir R$ 142,7 milhões para viabilizar o abastecimento de água potável a 25 municípios amazonenses. Com objetivo de replicar a experiência de sistemas de captação de água por meio de energia limpa e renovável, 20 municípios vão receber poços artesianos movidos a energia solar fotovoltaica, segundo publicações.

Do total investido, os poços artesianos usando a matriz fotovoltaica como fonte tem projeto orçado na ordem de R$ 13 milhões. Segundo o titular da Seinfra, Carlos Henrique Lima, “os benefícios deste sistema vão além da geração de energia limpa e água tratada. Neste caso, a energia solar traz inúmeros benefícios para o meio ambiente, entre elas, a redução das emissões de gases de efeito estufa, energia sustentável, baixo impacto ambiental, energia inesgotável, além de proporcionar um maior atendimento de comunidades carentes”

A iniciativa tem respaldo em um programa do ano passado, no qual levou água potável a comunidades indígenas de Maués. O governo local, por meio do Programa de Saneamento Integrado de Maués (ProsaiMaués), realizou a construção de poços movidos com sistemas de energia solar fotovoltaica, visando solucionar problemas de abastecimento em áreas rurais e nas comunidades indígenas da região. O projeto deve se estender até 2021.

Impactos do COVID-19 no setor fotovoltaico e expectativas do mercado

Devido à pandemia de COVID-19, a economia mundial sofrerá um impacto negativo, que poderá causar recessão em grande parte do mundo. Para compreender os impactos do novo coronavírus no mercado fotovoltaico brasileiro, a consultoria Greener lançou um questionário voltado ao setor, realizado entre os dias 19 e 24 de março. O resultado da pesquisa aponta impactos causados pela diminuição da demanda pelos sistemas fotovoltaicos, logística e abastecimento (com aumento no custo dos equipamentos fotovoltaicos importados) e a desvalorização do real frente ao dólar.

A pesquisa contou com 541 empresas de todas as regiões do País, em grande parte com engajamento dos gestores, que representaram mais de 75% da amostra. Devido ao isolamento social, 83% já notaram uma redução no interesse em adquirir um sistema fotovoltaico. Metade dos entrevistados afirmou já ter sentido o aumento dos custos, consequência da alta cambial, 71% dos participantes disseram já ter perdido algum negócio no período, seja por desistência ou por adiamento, e 70% das empresas já operam em home-office.

Apesar da produção estar sendo retomada na China, possíveis restrições logísticas e o processo gradual de aumento de produção são os principais fatores de preocupação apontados na pesquisa.

Os investidores de usinas de geração de energia solar fotovoltaica voltadas para leilões e mercado livre de energia também afirmam terem sentido os efeitos do aumento nos custos dos equipamentos. Todavia, devido aos contratos de fornecimento de energia elétrica de grande parte dos empreendimentos fotovoltaicos de grande escala, a implantação a médio e longo prazo possibilita maior flexibilidade, permitindo que os investimentos sejam realizados em condições mais favoráveis de mercado.

A Greener sugere, como forma de enfrentar os impactos desta crise sem precedentes na história recente do mundo, avaliar diversos pontos e traçar um planejamento para o atual momento. A consultoria indica que: seja garantida a segurança e saúde da equipe; identifique os principais riscos e sejam traçadas alternativas para mitiga-los; os custos fixos e variáveis sejam mapeados, buscando otimizar os gastos; prazos e condições de pagamento sejam negociados; verificar com o fornecedor eventuais problemas de abastecimento que ele possa ter; aproveitar o momento para fortalecer a marca e inovar na comunicação; adotar o home-office com todos os colaboradores que for possível; e, na menor suspeita de contaminação, deixar o colaborar em quarentena.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

A energia solar pode ser aplicada a diversos projetos, possibilitando gerar energia elétrica em lugares remotos e sem infraestrutura, como também em residências, comércios, empresas e propriedades rurais. Ao investir em um sistema fotovoltaico, o consumidor garante alta economia nas suas contas de luz – podendo chegar a 98% –, valoriza o imóvel no qual está instalado o sistema, além de contribuir para um meio ambiente mais verde e sustentável.

Entre em contato conosco da SunVolt e peça o seu orçamento de sistema fotovoltaico. Ou acesse nossa loja www.sunvoltshop.com.br e compre online, com total segurança, todos os equipamentos para geração de energia solar.

Fontes: ‘https://amazonas1.com.br/amazonas/governo-destina-r-1427-milhoes-para-agua-potavel-no-interior-do-am/’

‘https://d.emtempo.com.br/amazonas/196295/governo-investe-em-sistemas-de-abastecimento-de-agua-potavel’

‘https://www.pv-magazine-latam.com/2020/03/30/la-solar-fuente-de-agua-potable-en-el-interior-del-amazonas/’

‘https://www.greener.com.br/covid-19-mercado-solar/?utm_campaign=covid-19_-_mercado_solar_-_duplicado&utm_medium=email&utm_source=RD+Station’

‘https://www.pv-magazine-latam.com/brasil-noticias/como-o-covid-19-esta-afetando-o-setor-fotovoltaico-brasileiro/’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/photos/alternativa-fundo-blue-celular-2937/’

Compartilhe: