Área do Cliente

A energia solar fotovoltaica cresceu mais de cinco vezes desde 2018. Isso é o que aponta uma reportagem do jornal Estadão, com dados da Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), na qual revelou que a fonte fotovoltaica saltou de 588,7 megawatts (MW) de potência instalada para 3 gigawatts (GW) até julho deste ano, representando uma variação de 410%. Atualmente, segundo o mais recente levantamento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o total de sistemas fotovoltaicos de geração distribuída soma mais de 278 mil em todo o País.

Segundo o presidente da Absolar, Rodrigo Sauaia, gerar energia elétrica através de módulos fotovoltaicos é mais barato do que comprar eletricidade pela rede. “Nos últimos dez anos, o preço da tecnologia caiu mais de 85%. A energia elétrica vem aumentando [o preço], puxa a inflação, e a fotovoltaica cai”, explica. Com tempo de retorno do investimento estimado entre quatro e sete anos, a Absolar aponta que atualmente há cerca de 70 linhas de financiamento específicas para sistemas fotovoltaicos residenciais, comerciais, industriais e à atividade rural.

Ao instalar os painéis solares na propriedade, a geração de energia elétrica através da luz do sol já vai trazer diversos benefícios ao consumidor. A tecnologia solar garante alta economia nas contas de luz, podendo chegar a 98% a redução na tarifa, o que garante retorno do investimento em médio prazo, além da valorização do imóvel com sistema fotovoltaico instalado e do benefício ambiental.

Energia solar no Rio Grande do Sul

A geração de energia solar fotovoltaica cresceu no estado do Rio Grande do Sul mesmo durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com uma reportagem do portal G1, de março a agosto deste ano, a potência instalada foi ampliada em 125 MW, saltando de 299,6 MW em março para 424,9 MW – acréscimo de 41,8%. O estado é o terceiro com maior número de sistemas de geração distribuída conectados à rede. De acordo com dados a Aneel, o Rio Grande do Sul registra 38.128 unidades geradoras de mini e microgeração distribuída espalhadas em 493 municípios gaúchos.

Crescimento da geração remota

O crescimento da geração remota para locação é uma tendência que tem chamado a atenção no setor. Segundo publicação do Canal Energia, baseada na pesquisa da consultoria brasileira Greener, há 1,5 GW de potência em diferentes fases de desenvolvimento destinados à geração remota. Dos contratos firmados, 42% têm prazo entre cinco e 10 anos de duração, 33% acima de 10 anos e 18% de até cinco anos, impulsionados principalmente por clientes de telecomunicações, varejo e serviços. O principal benefício ao cliente é a redução real nas contas de energia.

Conforme o presidente da Greener, Márcio Takata, “um ponto importante é que esse mercado de GD de grande porte, no modelo remoto, vem atraindo um volume importante de investidores e consumidores, criando um mercado bastante dinâmico no segundo semestre do ano e início de 2021”.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

Quer aproveitar todas as vantagens da energia solar e garantir alta economia nas suas contas de luz, valorizar o seu imóvel e ainda contribuir para um mundo mais verde e sem poluição? Tenha painéis solares instalados no telhado da sua casa, empresa ou propriedade rural, captando a luz do sol durante todo o dia para gerar eletricidade à sua família ou atividade profissional.

Entre em contato agora conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico.

Fontes: ‘https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,energia-solar-no-brasil-cresce-mais-de-cinco-vezes-em-dois-anos-veja-como-funciona,70003403589’

‘http://www2.aneel.gov.br/scg/gd/GD_Fonte.asp’

‘https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2020/08/18/geracao-de-energia-solar-cresce-quase-42percent-durante-a-pandemia-no-rio-grande-do-sul.ghtml’

‘http://www2.aneel.gov.br/scg/gd/GD_Estadual.asp’

‘https://canalenergia.com.br/noticias/53144215/geracao-solar-remota-tem-2-gw-em-carteira-no-brasil’

Fonte da imagem: ‘https://www.pexels.com/photo/young-man-inspecting-solar-panel-station-4254170/’

Compartilhe: