Área do Cliente

A energia solar fotovoltaica deve ganhar mais espaço e relevância na matriz energética do Rio de Janeiro nos próximos 15 anos. A informação foi revelada pelo estudo do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (Coppe/UFRJ) e da Subsecretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, divulgada pela Agência Brasil. Além da energia solar fotovoltaica ter prognóstico de ampliação na matriz energética do Rio de Janeiro, o gás natural também deverá apresentar crescimento nesse período.

O estudo traça dois cenários, um de referência e outro alternativo, em que a busca por formas mais eficazes de eficiência energética se dá de maneira mais intensa. A respeito da geração de energia elétrica no Rio de Janeiro, quando o cenário de maior eficiência energética é considerado, a energia solar fotovoltaica salta de 0% em 2016 para cerca de 6% em 2031. De acordo com o superintendente de energia da Subsecretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Sergio Guaranys, o poder público deve atuar para impedir que barreiras prejudiquem a busca por menores custos de energia elétrica.

"A política pública virá orientando e evitando criar barreiras para o desenvolvimento e a redução de custos. A política pública é não ser obstáculo para reduzir custos", afirmou o superintendente. A pesquisa mostra que o Rio de Janeiro tinha, em 2017, 2,2 mil residências com painéis fotovoltaicos nos telhados, convertendo irradiação solar em eletricidade, gerando economia a esses consumidores. O instituto prevê que esse número aumente de forma exponencial, superando os 330 mil sistemas de microgeração distribuída de fonte solar fotovoltaica no Rio de Janeiro até 2031.

Ainda segundo Guaranys, “a alternativa fotovoltaica está crescendo naturalmente e bastante”, que também explicou que o Rio de Janeiro tem tendência à mini e microgeração de energia solar fotovoltaica para aproveitamento de telhados, já que o preço dos terrenos no estado é alto, desfavorecendo a implantação de grandes usinas fotovoltaicos.

Armazenamento de energia solar em Minas Gerais

Minas Gerais terá a primeira usina fotovoltaica do Brasil com baterias para armazenar a eletricidade solar produzida. A usina solar teve a primeira etapa inaugurada em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e o empreendimento é da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), em parceria com a iniciativa privada. São 1.152 painéis fotovoltaicos distribuídos em uma área de 2 mil m2 e quatro contêineres de 40 pés, que vão abrigar as baterias para armazenamento da energia produzida.

A iniciativa faz parte do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e teve investimento total de R$ 22,7 milhões. De acordo com a Cemig, a nova usina solar fotovoltaica já está conectada à rede, produzindo energia elétrica limpa e renovável. Todavia, o armazenamento da energia solar ainda está sendo feito em escala reduzida, com expectativa para uso completo do sistema em aproximadamente seis meses.

Como parte do projeto de P&D, mais sete protótipos de armazenadores de energia também serão instalados em instituições parceiras, como a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN).

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

Gostou desta novidade? Aproveite você também a luz do sol e comece a gerar energia elétrica na sua própria casa, sem emissão de gases poluentes ao meio ambiente. Invista em um sistema de micro ou minigeração solar distribuída e tenha painéis fotovoltaicos instalados sobre o telhado da sua residência, empresa ou propriedade rural gerando eletricidade todos os dias. Entre em contato conosco e saiba mais sobre como funciona a energia solar e como economizar energia elétrica em casa.

Continue acompanhando o nosso blog e fique sabendo das principais notícias do setor fotovoltaico no Brasil e no mundo.

Fontes: ‘http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018-05/gas-e-energia-solar-devem-ganhar-espaco-na-matriz-energetica-do-rio’

‘https://www.otempo.com.br/capa/economia/gás-e-energia-solar-devem-ganhar-espaço-na-matriz-energética-do-rio-1.1612047’

‘https://www.otempo.com.br/capa/economia/usina-mineira-vai-armazenar-energia-solar-1.1611793’

‘http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/uberlândia-ganha-primeira-usina-que-armazena-energia-solar-do-brasil-1.621706’

Fonte da Imagem: ‘https://pixabay.com/pt/disposi%C3%A7%C3%A3o-do-painel-solar-telhado-1794503/’

Compartilhe: