Área do Cliente

A energia solar fotovoltaica teve crescimento de 134,97% nos três primeiros meses deste ano em comparação ao primeiro trimestre de 2018. De acordo com dados fornecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o primeiro trimestre de 2019 teve 13.941 novas instalações fotovoltaicas, frente a 5.933 sistemas conectados à rede das distribuidoras de energia no mesmo período do ano passado. As informações foram divulgadas no site da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

Se comparada a potência instalada, o volume total dos sistemas de geração de energia solar fotovoltaica instalados até o final de março deste ano era de 157,3 megawatts (MW). No primeiro trimestre de 2018 esse volume era de 67,6 MW, o que significa um aumento de 132,69% na capacidade instalada fotovoltaica no País. Os representantes da Absolar apontam que o crescimento contínuo da procura pela tecnologia de geração fotovoltaica dá-se, principalmente, pelos aumentos sucessivos na tarifa elétrica, aliado à queda nos custos do equipamento fotovoltaico nos últimos anos.

A associação afirma que esses principais fatores se somam aos incentivos fiscais dos estados e municípios para geração de energia solar fotovoltaica. Os consumidores que investem em um sistema fotovoltaico residencial têm a vantagem de produzir a própria energia elétrica, de maneira limpa e renovável, gerando alta economia nas contas de luz, ao mesmo tempo em que valorizam o próprio imóvel e contribuem para a diminuição das emissões de gases poluentes.

Ao instalar um sistema fotovoltaico de mini ou microgeração distribuída, os painéis solares captam a irradiação solar e a transforma em energia elétrica para autoconsumo. Toda energia gerada que não for consumida imediatamente é injetada na rede de transmissão da concessionária local, que compensa posteriormente o consumidor com créditos para abatimento nas contas de luz futuras.

Nova célula solar

Uma nova tecnologia de células solares orgânicas permite gerar eletricidade solar sem sequer ficar exposta à irradiação solar direta. Apenas a claridade natural do ambiente, mesmo em ambientes internos, seria suficiente para fazer essas células produzirem energia elétrica. A tecnologia, apresentada por Ryota Arai e outros pesquisadores da Universidade Kyushu e da empresa Ricoh, no Japão, promete um importante avanço na viabilidade da geração de energia solar aplicado nos mais diferentes locais.

As novas células solares podem ser aplicadas em aparelhos eletroeletrônicos domésticos, por exemplo, fazendo com que esses equipamentos sejam abastecidos continuamente pelas células, que aproveitam a iluminação ambiente, seja a iluminação interna ou até mesmo a iluminação pública. O trabalho dos pesquisadores consiste na seleção dos melhores materiais para compor as células solares orgânicas, capazes de gerar eletricidade de forma eficiente em ambientes de baixa luminosidade.

Os pesquisadores testaram uma série de semicondutores orgânicos de pequenas moléculas, que aparentavam ter características para armazenamento de luz ambiente. As células solares feitas da molécula BDT-2T-ID – sigla para uma classe de oligômeros que incluem benzoditiofeno (BDT), tiofenos (2T) e indandiona (ID) – superaram todas as outras similares. Um conjunto de seis dessas células solares conectadas em série produziu aproximadamente 4 volts sob iluminação fraca.

Os pesquisadores afirmam que ainda será necessário escalonar a tecnologia para fabricação industrial, porém, apontam para a viabilidade da geração de energia sem a necessidade de luz solar direta.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

Gostou destas novidades? Aproveite todas as vantagens da energia solar, invista em um sistema fotovoltaico para a sua casa, empresa ou propriedade rural. Entre em contato conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento. Nós somos especialistas em geração de energia solar e oferecemos soluções completas de acordo com a sua necessidade: projeto, fornecimento de equipamentos, instalação, homologação na distribuidora de energia (para sistemas conectados à rede), monitoramento via Internet e manutenção.

Continue acessando o nosso site e saiba das principais novidades do setor fotovoltaico no Brasil e no mundo.

Fontes: ‘http://www.absolar.org.br/noticia/noticias-externas/energia-solar-cresce-13497-a-mais-no-primeiro-trimestre-de-2019-do-que-em-2018.html’

‘http://revistaecologico.com.br/sou-ecologico/energia-solar-cresce-134-97-no-primeiro-trimestre-de-2019/’

‘https://www.ambienteenergia.com.br/index.php/2019/05/novos-paineis-solares-nao-irao-precisar-sol-para-gerar-energia/36115’

‘https://www.portal-energia.com/celulas-solares-conseguem-produzir-eletricidade-sem-sol-147254/’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/photos/solar-fotovoltaicas-renov%C3%A1veis-2955282/’

Compartilhe: