Área do Cliente

A energia solar fotovoltaica está ajudando o Brasil a cumprir a meta estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) de investimentos em fontes limpas e renováveis até 2030. É o que aponta um estudo inédito do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), no qual revela que a expansão da energia solar em mais de dez vezes em capacidade instalada nos últimos dois anos, aliada à geração de energia eólica, como um dos fatores responsáveis pelo avanço das renováveis no País.

De acordo com esse estudo publicado pelo Ipea, o Brasil está cumprindo com o objetivo de investir em fontes de geração de energia limpa. “Em termos de matriz enérgica brasileira, a participação das fontes renováveis, todas as fontes renováveis, é de 43%. E, comparando com o mundo, é de apenas 18%. Então, o Brasil tranquilamente está cumprindo essa meta de usar bastante energia renovável na sua matriz energética”, afirma o pesquisador de energias renováveis e de petróleo e gás do Ipea e autor do Caderno ODS 7, José Mauro de Morais.

Apesar de representar cerca de 1% da matriz elétrica brasileira, a energia solar fotovoltaica já superou a energia nuclear em capacidade instalada no início deste ano. A fonte solar ultrapassou os 2 gigawatts (GW) instalados graças principalmente ao início das operações de grandes usinas solares contratadas nos últimos leilões de energia realizados pelo governo federal. A energia solar já está confirmada, inclusive, para o próximo Leila de Energia A-4, a ser realizado em junho deste ano, além de participar do Leilão A-6 com contratos por quantidade, o que deve garantir altos investimentos no setor e a ampliação da capacidade fotovoltaica na matriz energética.

De acordo com Morais, a participação percentual da energia solar ainda é pequena, porém mostra que o Brasil está acordando para a sua importância. Se somada a participação das fontes solar e eólica, os dados revelam que a capacidade de geração de energia elétrica dessas duas fontes renováveis já chegou a 10,2% em dezembro de 2018. Conforme aponta o estudo, por causa desse significativo aumento, as demais fontes de energia diminuíram sua participação relativa, especialmente a capacidade das usinas térmicas que usam combustíveis fósseis.

Os investimentos em geração distribuída também estão contribuindo para a diminuição do uso de combustíveis fósseis. Uma reportagem do portal G1 sobre o tema destaca o aumento de mais de 560% no número de instalações de painéis fotovoltaicos em sistemas de mini e microgeração de energia nos últimos dois anos. Os sistemas de geração distribuída permitem que qualquer pessoa tenha um sistema fotovoltaica em sua casa, empresa ou propriedade rural, gerando energia elétrica limpa a partir da captação da irradiação solar pelas placas fotovoltaicas.

Aneel amplia prazo para revisão de regras da geração distribuída

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ampliou o prazo para a revisão das regras para sistemas de geração distribuída. Opiniões sobre a revisão podem ser enviadas até o dia 9 de maio. Essa revisão pode impactar diretamente o setor fotovoltaico de mini e microgeração distribuída, principalmente os consumidores que desejam ter painéis solares instalados no telhado para gerar energia elétrica e reduzir as contas de luz.

O principal objetivo da consulta pública promovida pela agência reguladora é autorizar as distribuidoras de energia elétrica a cobrar tarifas sobre o uso das redes de distribuição, o que pode levar a cobranças ao consumidor que produzir energia elétrica além do consumo próprio e precisar injetar o excedente na rede elétrica local para gerar os créditos para o abatimento de tarifas futuras.

Agora, a Aneel deverá estudar as propostas, escutar os setores envolvidos e reformular a resolução normativa 482/2012, que definiu e possibilitou a expansão do mercado de geração distribuída no Brasil.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

A possibilidade de gerar eletricidade solar na própria residência trouxe maior autonomia ao consumidor brasileiro, que pode investir em um sistema fotovoltaico e garantir alta economia nas contas de luz. Se você quer aproveitar todas as vantagens da energia solar e contribuir para um meio ambiente mais sustentável e com menos emissões de gases poluentes, invista em um sistema de microgeração de energia solar fotovoltaica. Tenha painéis solares instalados no telhado da sua residência gerando eletricidade durante todos os dias.

Entre em contato conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico.

Fontes: ‘https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2019/05/06/em-2-anos-paineis-de-energia-solar-no-brasil-crescem-de-7-mil-para-49-mil.ghtml’

‘http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=34723&catid=9&Itemid=8’

‘https://www.ambienteenergia.com.br/index.php/2019/05/aneel-amplia-prazo-para-revisao-de-regras-de-geracao-distribuida/36131’

‘https://www.ambienteenergia.com.br/index.php/2019/04/energia-solar-ultrapassa-nuclear-em-capacidade-instalada-brasil/35928’

Fontes: ‘https://pixabay.com/pt/photos/disposi%C3%A7%C3%A3o-do-painel-solar-poder-sol-1916121/’

Compartilhe: