Área do Cliente

O comércio é o setor que mais gera e utiliza energia solar fotovoltaica no Mato Grosso do Sul (MS). Segundo um levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Mato Grosso do Sul (Fecomércio), o IPF-MS, divulgado pelo jornal Correio do Estado, 30% dos consumidores microgeradores de energia solar fotovoltaica são cadastrados como estabelecimentos comerciais no estado, somando 86 unidades de geração distribuída.

Conforme avaliou o presidente da Fecomércio/MS, Edison Araújo, a geração de energia elétrica através de sistemas fotovoltaicos é necessária para reduzir os custos dos comerciantes com as tarifas elétricas, aumentar a competitividade no setor de atuação e agregar valor à marca no quesito ambiental e ecologicamente sustentável. “Essa é uma realidade e significa que o comércio está preocupado com custos, mas também com a questão ambiental. Os clientes já observam quais empresas que se preocupam de fato com o uso sustentável de energia e isso agrega valor à marca”, afirmou.

No estado do Mato Grosso do Sul, as empresas podem buscar linhas de financiamento para sistemas de mini e microgeração distribuída por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), por exemplo, além das opções da nova linha do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para sistemas fotovoltaicos, ou até em instituições privadas. Conforme relatou a economista do IPF-MS, Daniela Dias, “só para 2019 são mais de R$ 336 milhões nesta linha [FCO]”.

O estado também garante a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o excedente elétrico produzido pelos sistemas de mini e microgeração de energia. Esse incentivo é dado para consumidores residenciais, comerciais e de empreendimentos rurais, por meio da adesão ao Convênio ICMS 16/2015 do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

Eficiência energética de célula fotovoltaica chinesa

A fabricante chinesa de painéis fotovoltaicos Jinko anunciou que atingiu a eficiência energética de 24,2% para células fotovoltaicas de tipo N. A informação é do site PV Magazine, que aponta que o resultado obtido pela fabricante de módulos fotovoltaicos foi confirmado pelo Centro de Ensaios e Qualidade de Sistemas de Energia Eólica e Fotovoltaica na Academia Chinesa de Ciências (CAS) para as células solares de monocristalino tipo N de grande área.

A Jinko ressaltou que essa célula fotovoltaica de tipo N é baseada em seu próprio design, e apresenta competitividade com outras tecnologias de células solares, mas não revelou mais detalhes. As fabricantes estão, aos poucos, aumentando a eficiência energética dos painéis solares, visando maior geração de eletricidade solar. É bom lembrar que esses resultados são atingidos em testes laboratoriais, e ainda não são reproduzidos em produção de grande escala.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

A energia solar fotovoltaica é uma grande aliada de quem deseja gerar a própria energia renovável e, assim, economizar nas contas de luz da residência, empresa ou propriedade rural. Invista em um sistema de geração de energia solar fotovoltaica, comece a gerar energia elétrica através de placas solares instaladas no telhado da sua propriedade e veja o valor das suas contas de luz despencarem. Entre em contato conosco da SunVolt e peça um orçamento de sistema fotovoltaico.

Para saber das principais vantagens da energia solar, continue acompanhando o nosso site e siga nossas redes sociais.

Fontes: ‘https://www.correiodoestado.com.br/economia/comercio-de-ms-e-setor-que-mais-utiliza-energia-fotovoltaica/346542/’

‘http://jornaldiadia.com.br/2016/?p=532192’

‘https://www.pv-magazine-latam.com/brasil-noticias/jinko-anuncia-eficiencia-de-242-para-uma-celula-do-tipo-n/’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/pain%C3%A9is-solares-localiza%C3%A7%C3%A3o-943999/’

Compartilhe: