Área do Cliente

Grandes empresas têm como meta ser 100% renovável a médio prazo e, consequentemente, diminuir suas emissões de gases poluentes agravantes do efeito estufa. Recentemente, Facebook e Ambev anunciaram a aquisição de projetos solares para ter suas atividades totalmente abastecidas por energia elétrica renovável até 2025 e 2020, respectivamente. No caso da Ambev, a maior cervejaria da América Latina assinou contrato para a construção de 31 usinas de geração de energia solar fotovoltaica, enquanto o Facebook é um dos principais investidores de uma fazenda solar no estado do Texas, nos Estados Unidos.

A iniciativa da Ambev faz parte de um esforço global da matriz, Anheuser Busch InBev, de ter 100% da energia elétrica utilizada em todas as operações proveniente de fontes limpas nos próximos seis anos. As usinas fotovoltaicas contratadas deverão gerar eletricidade solar para todos os 94 centros de distribuição da cervejaria no Brasil. O acordo segue o modelo de geração distribuída de energia solar, com contrato de 10 anos, e um pagamento total de R$ 140 milhões ao longo desse período. De acordo com o diretor de sustentabilidade e suprimentos da Ambev, Leonardo Coelho, “funciona quase que como um aluguel e ao fim do contrato de 10 anos todas as usinas solares serão nossas”.

As usinas de microgeração de energia solar fotovoltaica da Ambev vão utilizar aproximadamente 50 mil painéis solares, que, somados, vão gerar 2.600 megawatts-hora (MWh) por mês. A eletricidade solar gerada será suficiente para evitar a emissão de 2.900 toneladas de dióxido de carbono (CO2) ao ano. No final do ano passado, a empresa havia anunciado a construção de uma usina solar em Uberlândia, em Minas Gerais. Goiás e Sergipe devem ser os próximos estados a receber as usinas fotovoltaicas.

Segundo Coelho, a Ambev decidiu acelerar a implementação das usinas solares por causa das possíveis mudanças na regulamentação da geração distribuída no País, que estão em análise pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e devem entrar em vigor já no próximo ano.

O Facebook também está apostando em energia renovável. A empresa de Mark Zuckerberg realizou um investimento em uma fazenda solar com área cinco vezes maior do que o Central Park, em Nova Iorque. A iniciativa é chamada Prospero Solar e terá capacidade instalada de 379 megawatts (MW), o suficiente para abastecer 300 mil residências. O Facebook também poderá fornecer energia elétrica de matriz solar, à medida em que venderá parte da produção a um braço da Shell na América do Norte, que já assinou contrato de compra de longo prazo.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

As maiores empresas do mundo já investem em geração de energia solar fotovoltaica para reduzir suas emissões de poluentes. Se você quer aproveitar as vantagens da energia solar, invista em um sistema de microgeração distribuída para gerar energia elétrica limpa através da luz do sol na sua empresa, residência ou propriedade rural. Garanta alta economia nas suas contas de luz, valorize o seu imóvel e contribua para um mundo mais sustentável.

Entre em contato conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico.

Fontes: ‘https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/06/ambev-firma-acordo-de-r-140-mi-para-construcao-de-31-usinas-solares-no-brasil.shtml’

‘https://www.ambienteenergia.com.br/index.php/2019/06/ambev-assina-contrato-140-mi-para-construcao-31-usinas-solares-brasil/36283’

‘https://epocanegocios.globo.com/Empresa/noticia/2019/06/facebook-investe-em-fazenda-solar-por-meta-de-100-de-energia-limpa.html’

‘https://economia.uol.com.br/noticias/bloomberg/2019/05/30/facebook-investe-em-fazenda-solar-no-texas.htm’

Fonte da imagem: ‘https://static.hahasmart.com/image/2018/9/04/7A3DE7401A86463330A458959FF831BE.jpg’

Compartilhe: