Área do Cliente

A Alemanha já é conhecida pelo pioneirismo na geração de energia solar fotovoltaica e agora utiliza a tecnologia em locais diferenciados. A cidade de Erftstadt, a cerca de 30 quilômetros a sudoeste de Colônia, testa uma ciclovia capaz de gerar energia solar fotovoltaica, que está conhecida também como primeira rota solar da Alemanha. Foram instaladas pastilhas solares feitas de vidro laminado nodoso sobre um trecho do asfalto da ciclovia, de acordo com a emissora internacional da Alemanha Deutsche Welle. 

De acordo com o engenheiro da startup responsável pela ciclovia solar, Donald Müller-Judex, a empresa apenas “colou” as células fotovoltaicas no asfalto já existente da ciclovia. Segundo o engenheiro, usar a estrutura já existente da ciclovia trouxe vantagens ao projeto de geração de energia solar, pois barateou os custos da iniciativa. Cada pastilha tem 10 por 10 centímetros e compõe uma célula solar, que é interligada eletricamente e mecanicamente às outras, formando uma espécie de tecido flexível, ideal para se adaptar aos desníveis e irregularidades do asfalto. Uma camada de borracha absorve o som e conecta o tapete com a parte inferior. 

O engenheiro afirma que teve a ideia enquanto buscava espaços abertos para sistemas de geração de energia solar fotovoltaica na região. Segundo ele, todos os telhados com características apropriadas já estavam ocupados com painéis fotovoltaicos, mas a rua apareceu como alternativa pouco utilizada e com bastante iluminação. Müller-Judex aponta que, somente na Alemanha, há 1,4 bilhão de metros quadrados de ciclovias disponíveis para a geração de energia solar fotovoltaica, com alta capacidade de gerar energia elétrica limpa e renovável. 

Os módulos fotovoltaicos usados em solo acabam gerando menos eletricidade solar do que o modelo tradicional de sistemas fotovoltaicos, em que os painéis solares são instalados em telhados, explica o pesquisador Lukas Renken, da Universidade Técnica da Renânia do Norte-Vestfália (RWTH), em Aachen. A instituição de ensino onde ele trabalha realizou testes com o revestimento usado na nova ciclovia solar, assim como tecnologias semelhantes como a SolaRoads, da Holanda. 

Usinas de geração de energia solar no solo estão surgindo em diversos países, seja em ciclovias ou até mesmo em rodovias, e se diferem sobretudo na construção e disposição dos painéis fotovoltaicos. Esse tipo de geração solar permite produzir energia elétrica para iluminação pública e, em países com invernos rigorosos, como no caso alemão, aquecer o solo e garantir a limpeza de neve e gelo durante a estação. A ciclovia solar alemã vai gerar energia também para monitorar e controlar o tráfego de veículos, além de abastecer a rede local e ser consumida pelos moradores.  

Estima-se que serão gerados cerca de 15 mil quilowatts-hora (kWh) por ano, mais ou menos o consumo de energia de uma família com quatro pessoas na Alemanha. A parte coberta pelos módulos fotovoltaicos tem 90 metros de extensão, custou cerca de 800 mil euros e está em fase de testes. O projeto foi financiado pela Iniciativa Nacional para Proteção do Clima e, segundo a ministra do Meio Ambiente, Svenja Schulze, não será mais preciso ir a Amsterdã ou Copenhague para conhecer um exemplo de inovação ambiental. 

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt 

O que você achou desta novidade? A energia solar mostra a sua versatilidade e potencial de geração. Se você quer aproveitar as vantagens da energia solar e gerar a própria energia elétrica, entre em contato conosco e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico. Tenha painéis solares instalados no telhado da sua residência, empresa ou propriedade rural, economize nas próximas contas de luz e valorize o seu imóvel. 

Fontes: ‘https://www.dw.com/pt-br/alemanha-testa-ciclovia-geradora-de-energia-solar/a-46362412’ 

‘https://www.cleanenergywire.org/news/finance-ministry-rejects-co2-price-plans-solar-power-bicycle-lane/germanys-first-solar-panel-bicycle-lane-opened-near-cologne’ 

‘https://www.terra.com.br/noticias/alemanha-testa-ciclovia-geradora-de-energia-solar,c4067216dbffa2788c367a6815a38ec7boo88tit.html’ 

Fonte da imagem: ‘https://www.dw.com/image/46323026_303.jpg’

Compartilhe: