Área do Cliente

A China está estimando subsídios governamentais de US$ 248 milhões a grandes projetos de geração de energia solar fotovoltaica para este ano. Isso significa um alto investimento em empreendimentos de geração centralizada de energia solar – grandes usinas fotovoltaicas –, envolvendo uma capacidade instalada total de 22,79 gigawatts (GW), segundo informações da Administração Nacional de Energia chinesa (NEA, na sigla em inglês), divulgadas pelo jornal Extra.

Ao todo, são 3.921 usinas de geração de energia solar fotovoltaica centralizada em 22 províncias e cidades que receberam aprovações para os subsídios do governo chinês. O novo subsídio faz parte de um sistema de quantidades fixas de incentivos fiscais implementado neste ano pelo governo para projetos de geração de energia solar. Diferente do ano passado, quando os chineses não alocaram nenhuma quantia em subsídios às usinas fotovoltaicas de geração centralizada, com Pequim tentando aliviar um acúmulo de pagamento prévio.

Segundo a nota da NEA, os projetos de geração de eletricidade solar incluídos na lista de subsídios não receberão, necessariamente, recursos do fundo. Esses empreendimentos deverão completar a construção das plantas fotovoltaicas, produzir energia elétrica solar e enviá-la para a rede dentro do prazo estipulado, ou serão desqualificados para o recebimento dos incentivos fiscais do governo.

É estimado que cerca de 50 GW de usinas solares estejam planejadas somente para este ano na China, incluindo instalações de geração centralizada como também projetos de geração descentralizada. Destes, de 40 GW a 45 GW devem ter suas obras concluídas e começar a gerar eletricidade limpa e renovável até o final de 2019.

Demanda global promete aumentar

Os desdobramentos do subsídio à energia solar fotovoltaica pelo governo chinês devem refletir no mercado fotovoltaico global. Segundo informações do Bloomberg, divulgadas pelo portal UOL, há meses, companhias de todo o mundo aguardavam informações oficiais sobre a política de investimento em geração de energia solar chinesa para este ano. “Essa notícia deve acabar com as preocupações do mercado” em relação à demanda e preços de módulos solares, de acordo com o analista Alan Hon, do JPMorgan.

O reflexo das ações do governo chinês pôde ser visto nas ações de alguns fabricantes de equipamentos fotovoltaicos. Os papéis da Tongwei tiveram valorização de 5,6% na bolsa de Xangai, LONGi GreenEnergy Technology avançou 6,4% e Xinyi Solar Holdings teve ganho de 4,7% após a revelação dos incentivos.

O anúncio do NEA sugere uma perspectiva melhor para empresas de energia solar em todo o mundo, que sentiram, em 2018, a decisão de Pequim de suspender aprovações de alguns projetos e diminuir subsídios para conter excessos de capacidade. A decisão fez com que a China não conseguisse superar o recorde de acréscimo de capacidade solar atingido em 2017.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

O que você achou desta novidade do setor fotovoltaico? Aproveite todas as vantagens da energia solar e tenha o seu próprio sistema fotovoltaico instalado na sua casa, empresa ou propriedade rural. Garanta alta economia nas contas de luz, valorize o seu imóvel e ainda contribua para um mundo mais verde e sustentável. Ao investir em um sistema de geração de energia solar fotovoltaica de geração distribuída, você terá painéis fotovoltaicos instalados no telhado da sua propriedade gerando eletricidade solar durante todos os dias para autoconsumo da sua família ou atividade profissional.

Entre em contato conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico.

Fontes: ‘https://extra.globo.com/noticias/economia/china-estabelece-subsidio-de-us248-mi-para-grandes-projetos-de-energia-solar-em-2019-23800600.html’

‘https://epocanegocios.globo.com/Mundo/noticia/2019/07/epoca-negocios-china-estabelece-subsidio-de-us248-mi-para-grandes-projetos-de-energia-solar-em-2019.html’

‘https://www.terra.com.br/economia/china-estabelece-subsidio-de-us248-mi-para-grandes-projetos-de-energia-solar-em-2019,2555d3ac27fd3687c71b6aa9e9d8633bqmzb89tt.html’

‘https://economia.uol.com.br/noticias/bloomberg/2019/07/12/demanda-promete-disparar-no-maior-mercado-de-energia-solar.htm’

Fonte da imagem: ‘https://pixabay.com/pt/photos/solar-fotovoltaicas-renov%C3%A1veis-2955279/’

Compartilhe: