Área do Cliente

O Brasil é o 17o país mais atrativo para investimento em geração de energia renovável no mundo e o terceiro dentro da América Latina, perdendo apenas para Argentina, em nono lugar, e Chile, na 11a colocação. É o que revela o mais recente Índice de Atratividade de Energia Renovável, elaborado pela consultoria Ernst & Young, divulgado pelo site PV Magazine. Para qualificar a atratividade na geração de energia solar, eólica, hídrica e outras renováveis, o estudo analisa variáveis macroeconômicas como a estabilidade e facilidade de fazer negócios, o mercado de energia, financiamentos e as tecnologias.

Além de Brasil, Chile e Argentina, estão entre os 40 principais países para investimento em energia limpa os latino-americanos México e Peru. Todavia, o resultado destes dois países apresentou piora comparado aos anos anteriores. O México está em 19o lugar, queda de seis posições em comparação ao resultado de 2018, quando estava em 13o no ranking. Os mexicanos figuravam em 9o lugar em 2017. Já a Argentina permanece, pelo segundo ano consecutivo, entre os 10 países mais atrativos para investimento em energia renovável e ganhou uma posição em relação a 2018. O Chile manteve a mesma colocação.

O Brasil permaneceu como o terceiro país da América Latina com o maior potencial de energia renovável e subiu três posições em relação à pesquisa do ano anterior. Por mais um ano, a liderança do ranking continua com a China e Estados Unidos. Por outro lado, a Alemanha foi ultrapassada por França, Índia e Austrália. O Japão aparece na sétima posição, seguido pelo Reino Unido. A Holanda fecha os dez principais países para investimento em energia renovável.

Energia solar no Minha Casa Minha Vida

As contas de luz das residências do programa Minha Casa Minha Vida podem ficar até 70% mais baratas com um sistema de geração de energia solar fotovoltaica. Essa redução no valor da conta de luz da unidade habitacional é baseada em um estudo realizado entre a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Furnas e a Federação de Indústrias de São Paulo (FIESP). A implantação dos painéis fotovoltaicos para geração de eletricidade solar no programa habitacional visa, além da redução do custo de vida, estimular o setor produtivo fotovoltaico no País.

Segundo informações divulgadas no site da Absolar, o governo federal estuda mudanças no Minha Casa Minha Vida, dividindo o programa em duas faixas: para famílias de baixíssima renda; e para baixa e média renda. Logo, os sistemas fotovoltaicos instalados nas habitações populares deverão promover e auxiliar o desenvolvimento da indústria de energia solar fotovoltaica brasileira, além de gerar mais empregos no setor em todo o País. Fora que o dinheiro economizado pelas famílias com as contas de luz poderá ser direcionado a outras áreas como lazer, saúde e educação.

Energia Solar Fotovoltaica SunVolt

O que você achou destas novidades? Você também pode aproveitar as vantagens da energia solar fotovoltaica e ter painéis fotovoltaicos no telhado da sua casa, empresa ou propriedade rural gerando eletricidade solar durante todo o dia. Entre em contato conosco da SunVolt e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico. Garanta alta economia nas contas de luz da sua residência, valorize o seu imóvel e ainda contribua para um meio ambiente mais sustentável.

Fontes: ‘https://www.ey.com/en_gl/power-utilities’

‘https://www.pv-magazine-latam.com/2019/07/05/argentina-chile-y-brasil-los-paises-mas-atractivos-de-latam-para-invertir-en-renovables/’

‘https://petrosolgas.com.br/argentina-chile-e-brasil-os-paises-mais-atraentes-da-america-latina-para-investir-em-renovaveis/’

‘http://www.absolar.org.br/noticia/noticias-externas/minha-casa-minha-vida-sera-dividido-em-dois-e-conta-de-energia-pode-ficar-ate-70-mais-barata.html’

Fonte da imagem: ‘https://a.mytrend.it/risparmio/2018/11/764516/o.489456.jpg’

Compartilhe: