Área do Cliente

A energia solar fotovoltaica está presente em mais lares brasileiros. O número de conexões de mini e microgeração distribuída já ultrapassou 10 mil sistemas no Brasil até abril deste ano, de acordo com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), divulgados pelo portal de notícias Época. Juntos, esses sistemas geram cerca de 112 megawatts (MW). Os números mostram que a indústria solar está em rápida expansão no mercado brasileiro mesmo em meio a uma crise econômica. Para efeito de comparação, em outubro de 2016, o país registrava 5 mil conexões de microgeração solar distribuída na rede, ou seja, em apenas seis meses o país dobrou as instalações de painéis solares para geração distribuída.

O crescimento da indústria solar mesmo em perspectiva econômica complicada garante um prognóstico positivo para médio e longo prazo, conforme a retomada da economia brasileira e aumento do crédito no mercado. Outro fator determinante para o crescimento da mini e microgeração distribuída é a queda nos custos dos equipamentos fotovoltaicos em todo o mundo, além das medidas de incentivo por meio da isenção de alguns tributos, como o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), já adotadas pela maioria dos estados brasileiros. Segundo estimativa da área de Regulação dos Serviços de Distribuição da Aneel, a microgeração distribuída poderá atingir a marca de 1,2 milhão de conexões até 2024.

Segundo estudo do The Boston Consulting Group (BCG), intitulado de “Geração de Energia Solar Descentralizada – Cenários e implicações para o setor no Brasil”, a geração solar distribuída poderá crescer ainda mais rápido do que o esperado pelas autoridades, e deverá representar quase 5% da nova capacidade instalada brasileira nos próximos sete anos. O total adicionado deve chegar a 3 gigawatts (GW), além de suprir 2% do pico de demanda elétrica.

O mesmo estudo destacou a importância dos incentivos fiscais para o futuro da energia solar distribuída em território brasileiro. As análises do relatório revelam que os estímulos são equivalentes a um desconto de 20% no custo nivelado de eletricidade solar. Por conseguinte, é esperado um aumento anual médio de 40% a 50% das conexões de geração solar distribuída, garantindo a inserção da energia solar fotovoltaica em mais casas brasileiras. Os projetos de microgeração podem chegar a movimentar cerca de R$ 15 bilhões no país até 2024, de acordo com as projeções do BCG.

A microgeração de energia beneficia o consumidor que, a partir de um sistema de energia solar fotovoltaica, é capaz de gerar a própria energia elétrica limpa e de maneira sustentável. Desde 2012 uma regulamentação da Aneel permite que o consumidor comum – seja em residências, comércios, pequenas indústrias e até propriedades rurais – instale placas solares em seu telhado e conecte-as à rede de transmissão de energia. Dessa forma, a energia excedente produzida, injetada na rede, é convertida em créditos que podem ser abatidos na conta de luz.

Ônibus elétrico

O ônibus elétrico alimentado por energia solar da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) já rodou 10 mil quilômetros na fase de testes. São cinco viagens realizadas ao dia, com duração aproximada de 30 minutos cada, entre a instituição de ensino e o Sapiens Parque, em Florianópolis. Está agendado ainda a primeira revisão geral em todos os sistemas mecânicos e elétricos, quando será produzido um relatório da operação do veículo.

Toda eletricidade utilizada no abastecimento do ônibus é gerada na própria Universidade, por meio de uma pequena usina solar no laboratório da instituição. A geração de energia elétrica renovável garante, além do funcionamento total do ônibus, 80% do consumo das edificações, incluindo o campus da UFSC na Trindade. O projeto contou com apoio e financiamento público de R$1 milhão pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e parcerias com empresas privadas como a Mercedes Benz e WEG.

 

Fontes: ‘http://epoca.globo.com/ciencia-e-meio-ambiente/blog-do-planeta/noticia/2017/05/em-seis-meses-brasil-dobra-numero-de-instalacoes-de-paineis-de-energia-solar.html’

‘http://www.setorenergetico.com.br/energia/geracao-de-energia-solar-distribuida-pode-atingir-ate-50-de-crescimento-no-brasil/22238/’

‘http://www.valor.com.br/brasil/4955428/microgeracao-solar-deve-movimentar-r-15-bi-em-10-anos’

‘https://ndonline.com.br/florianopolis/noticias/onibus-eletrico-alimentado-por-energia-solar-da-ufsc-ja-rodou-10-mil-km-na-fase-de-testes’

Fonte da imagem: ‘https://1.bp.blogspot.com/-QPAhLFLKaUk/V5ekJGgsLgI/AAAAAAAAG70/2kXpL-Xyt3wKVQUe7YECji0PAAzij2L2QCLcB/s1600/energia-solar3.jpg’

Compartilhe: